Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Fórmula 1

GP Bahrain. A ascensão de Max, que vai partir na frente para a primeira prova do ano

Max Verstappen foi o mais rápido na qualificação para o GP Bahrain, tal como já o tinha sido nas três sessões de treinos livres, provando que este pode muito bem ser o ano em que a Red Bull tem carro para bater Hamilton e a Mercedes. E atrás do holandês, equilíbrio, muito equilíbrio. A época 2021 promete

Lídia Paralta Gomes

Lars Baron/Getty

Partilhar

As indicações dadas nos três dias de testes de pré-temporada parecem confirmar-se. Depois de ter sido o mais rápido nas três sessões de treinos livres, Max Verstappen (Red Bull) conquistou a pole position para o GP Bahrain, a prova de abertura do Mundial versão 2021, com a volta mais rápida em 1:28.997, batendo por mais de três décimos Lewis Hamilton (Mercedes) e por quase seis Valtteri Bottas (Mercedes).

É a primeira vez que o holandês, que procura a sua 11.ª vitória, vai partir da primeira linha para o GP Bahrain, numa qualificação que provou que este poderá ser o Mundial mais apertado dos últimos anos, não só na frente mas também no chamado 2.º pelotão: Charles Leclerc (Ferrari) foi “o primeiro dos outros”, em 4.º, seguido de Pierre Gasly, um dos destaques da sessão, ao levar o AlphaTauri ao 5.º lugar da grelha.

O equilíbrio de forças vê-se quando sete das dez equipas conseguiram colocar carros no Q3. Daniel Riccardo (McLaren), Lando Norris (McLaren), Carlos Sainz (Ferrari), Fernando Alonso (Alpine) e Lance Stroll (Aston Martin) fecharam o top 10.

Pela negativa, Sergio Perez quedou-se pelo Q2 na sua estreia pela Red Bull e vai partir de 11.º. Pior ainda Sebastian Vettel (Aston Martin), apenas 18.º, atrás dos dois Haas de Mick Schumacher e Nikita Mazepin. No entanto, o alemão terá sido prejudicado por uma bandeira amarela nos derradeiros segundos da Q1.

O GP Bahrain arranca no domingo às 16h (Eleven3).