Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Fórmula 1

Adeus Austrália: mais uma baixa no calendário do Mundial de Fórmula 1

Depois de Singapura, que foi substituída pela Turquia, é agora a vez da Austrália de cancelar o seu Grande Prémio por causa da pandemia causada pela covid-19

Rita Meireles

Barcroft Media

Partilhar

Ao longo do último ano, enquanto na Europa se preparavam confinamentos e na América se batiam números recorde associados à covid-19, da Oceânia chegava o bom exemplo no que ao controlo da pandemia diz respeito. Mas o aparecimento da variante delta e consequente surgimento de novos casos deixou a Austrália em alerta, o que levou ao cancelamento do Grande Prémio da Austrália, anunciou a organização esta terça-feira.

O Mundial de Fórmula 1 iria passar pelo Albert Park Grand Prix Circuit, em Melbourne, entre os dias 18 e 21 de Novembro. Este é já o segundo ano consecutivo em que a etapa é cancelada.

Até ao momento não há local de substituição para o GP da Austrália, mas Stefano Domenicali, diretor executivo da Fórmula 1, mostra-se confiante em relação à permanência de 23 etapas em 2021 e garante o anúncio do novo local nas próximas semanas.

"Embora seja dececionante não haver corrida na Austrália esta época, estamos confiantes de que podemos ter uma temporada de 23 corridas em 2021 e temos várias opções para substituir o lugar deixado vago pelo Grande Prémio da Austrália”, lê-se, no comunicado da organização do Grande Prémio da Austrália.

A solução encontrada do lado do Moto GP, que também viu a ida à Austrália ser cancelada, foi passar a corrida para o Autódromo Internacional do Algarve. Se o mesmo vai acontecer em relação à Fórmula 1 é ainda uma incógnita.

Daniel Ricciardo foi um dos pilotos a reagir à notícia, uma vez que é o único dos 20 natural da Austrália.

"É uma enorme desilusão para todos os pilotos, mas compreendemos as razões. Pessoalmente, mal posso esperar para ter a oportunidade de voltar a correr em casa, e terá um gosto ainda melhor quando o fizermos, porque já passou tanto tempo”, lê-se.