Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Enquanto o mundo discutia um acidente em Silverstone, Vettel andou a apanhar lixo

As bancadas de Silverstone já estavam vazias e para trás ficou um rasto de lixo espalhado pelo local. Sebastian Vettel deixou de lado a deceção de uma má corrida e pôs mãos ao trabalho

Rita Meireles

Mark Thompson

Partilhar

A corrida já tinha terminado, mas ainda era o assunto do momento. No Circuito de Silverston, nas redes sociais ou em várias conversas pelo mundo discutia-se a culpa do acidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, logo na primeira volta, a justiça ou falta dela na penalização atribuída ao piloto britânico ou o estado de saúde de Max.

Enquanto isso talvez alguns pilotos já estivessem a caminho de casa, outros talvez ainda estivessem no recinto para alegria dos fãs que voltaram a encher as bancadas.

E onde estava Sebastian Vettel?

O piloto da Aston Martin juntou-se a um grupo de fãs para ajudar na limpeza das bancadas do circuito. O grupo colocou em diversos sacos todo o lixo deixado para trás pelos adeptos.

A pista de Silverstone não deu muitas alegrias a Vettel, mas nem por isso o alemão se esqueceu de prestar ajuda aos funcionários que trabalharam ao longo de todo o evento, ao mesmo tempo que fez a sua parte pelo planeta.

Há três corridas que Vettel não consegue somar pontos para o Mundial de Fórmula 1, a última vez foi após o nono lugar no Circuito Paul Ricard, em França. Mas esta foi a primeira vez, na atual temporada, que o piloto não conseguiu terminar a corrida.

Assim como no dia anterior, na estreia do F1 Sprint, uma nova forma de qualificação para a corrida principal, as coisas começaram a correr mal para o alemão quando encontrou Fernando Alonso pela frente, algo que ainda fez os adeptos questionarem se estaríamos mesmo em 2021.

Confirma-se, Sebastian Vettel e Fernando Alonso continuam a batalhar um contra o outro. Desta vez foi o espanhol que levou a melhor e, na disputa pela posição, o carro de Vettel acabou por rodar na pista, o que o levou para os últimos lugares da grelha.

O piloto ainda tentou recuperar, mas, perto do final da corrida, a equipa detetou problemas no carro e o alemão foi obrigado a regressar à garagem, abandonando assim o Grande Prémio de Inglaterra.

No final, Vettel mostrou-se dececionado, mas nem por isso deixou de dar o exemplo no que toca à solidariedade e à luta por um planeta mais saudável.