Tribuna Expresso

Perfil

Futebol feminino

Todas contra o Lyon... e um penta inédito

A final 8 da Liga dos Campeões feminina já começou, em Espanha, e há um objetivo comum entre alemãs, espanholas e inglesas: impedir as favoritas do Lyon de conquistar o quinto título europeu consecutivo

tribuna expresso

Jonathan Moscrop

Partilhar

Com exceção, possivelmente, do Glasgow City, campeão escocês e a única das equipas ainda em prova na Liga dos Campeões feminina que não é 100% profissionalizada, é certo que todas as outras participantes entraram na final 8 com um alvo em mente: o Lyon.

A equipa francesa, tetracampeã europeia - e, ao todo, já tem seis títulos -, é a grande favorita para conquistar a prova e atingir um penta inédito, que poderá marcar uma geração do futebol feminino.

As campeãs francesas vão ter pela frente, este sábado (19h, Eleven Sports), o Bayern de Munique, mas as alemãs não são tidas como adversário suficiente para parar uma armada que muitas das melhores jogadoras do mundo, patrocinadas pelo presidente do clube, Jean-Michel Aulas, que sempre fez questão de providenciar a equipa feminina com as mesmas condições da masculina, incluindo o mesmo centro de treinos e o alugues de jatos privados para viagens - e os dividendos são claros.

A correr atrás do Lyon, estará o Wolfsburg, que chegou à final em 2017/18 (perdeu 4-1) e que esta sexta-feira trucidou a falta de competitividade das escocesas do Glasgow, vencendo por 9-1.

Na época passada, quem chegou à final, pela primeira vez, foi o Barcelona (perdeu 4-1, com o Lyon), que também venceu esta sexta-feira, o Atlético de Madrid, por 1-0, nos primeiros jogos da final 8.

Este sábado, haverá também outra equipa francesa em jogo, que já está habituada a correr atrás do Lyon (em 2016/17, perdeu a final da Champions para as rivais, nos penáltis): o PSG, que defronta as inglesas do Arsenal (19h, Eleven Sports).

As meias-finais da prova, em Bilbau, estão marcadas para terça-feira - Wolfsburg-Barcelona, às 19h (Eleven Sports) - e para quarta-feira - vencedoras do Lyon-Bayern e do Arsenal-PSG, às 19h (Eleven Sports).

A final está marcada para domingo, dia 30, no estádio Anoeta.

Quem é Kathleen Krüger, a mulher mais poderosa do Bayern Munique?

Pendurou as botas aos 24 anos para assumir o cargo de team manager. Sobreviveu a vários treinadores, foi defendida pela maioria e até tentada a experimentar outras paragens, como com Pep Guardiola, que a quis no City