Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Lembra-se de Alisson Becker, o guarda-redes mais caro do Mundo? Em breve não será mais

O Athletic Bilbao confirmou esta quarta-feira ter recebido um cheque no valor de 80 milhões de euros para libertar Kepa Arrizabalaga, guarda-redes titular dos bascos nas últimas duas temporadas. O internacional espanhol de 23 anos deverá ser apresentado no Chelsea nas próximas horas como o mais caro guarda-redes da história. O título de Alisson nem um mês durou

Lídia Paralta Gomes

Power Sport Images/Getty

Partilhar

Ainda há umas semanas falávamos de boca aberta da contratação de Alisson Becker, guarda-redes por quem o Liverpool despendeu a módica quantia de 73 milhões de euros. O brasileiro de 25 anos tornou-se assim no jogador mais caro de sempre na sua posição e nem mesmo neste mercado louco seria de pensar que desse pedestal fosse retirado num futuro próximo.

Pois bem, tal título não durou nem um mês: o Athletic Bilbao confirmou esta quarta-feira que recebeu um cheque de 80 milhões de euros, valor da cláusula de rescisão de Kepa Arrizabalaga, jovem guardião de 23 anos que deverá nas próximas horas ser apresentado no Chelsea.

O guarda-redes basco, que foi um dos convocados pela seleção espanhola para o Mundial 2018, já se encontra em Londres e deverá ser o substituto de Thibault Courtois, que se recusa a voltar aos treinos do Chelsea já que quer transferir-se para o Real Madrid que, curiosamente, teve a oportunidade de contratar Kepa por 20 milhões de euros em janeiro.

Considerado um prodígio devido aos excelentes reflexos, Kepa Arrizabalaga, de 1,89m, completou apenas duas temporadas completas na primeira equipa do Athletic Bilbao.

Agora, é o mais caro do Mundo.

  • Goleiro gato, o guarda-redes mais caro de sempre

    Futebol internacional

    O Liverpool pagou 75 milhões de euros à AS Roma para ter o defensor de balizas a quem os brasileiros gabam o lado estético e discutem o que se passa com a sua cara. Alisson Becker é o titular da seleção do Brasil e custou mais 20 milhões do que a quantia que a Juventus pagou por Buffon, há 17 anos. De repente, o mesmo país fica com duas das três transferências de guarda-redes mais caras de sempre e, de longe, com o mais caro do mundo