Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Arda Turan não está bem: “agressão intencional”, “violação da segurança pública”, “posse ilegal de armas” e “assédio sexual”

O antigo jogador do Barcelona está com problemas na Justiça civil e desportiva

Lusa e Tribuna Expresso

STR

Partilhar

O Basaksehir multou Arda Turan em 2,5 milhões de liras (cerca de 370 mil euros), pelo comportamento do jogador que se envolveu em confrontos num bar, anunciou, esta terça-feira, o clube da liga de futebol turca.

"Depois de transferido o assunto para a Justiça, e reservando o nosso direito de tomar decisões e medidas adicionais, transmitimos à opinião pública a imposição de uma multa de 2,5 milhões de liras [a Arda Turan]", assinalou a direção do clube, num comunicado em que expressa a "incompatibilidade absoluta" entre as ações do jogador e aquilo que é "a ética e o conceito profissional do clube".

Turan foi acusado pela procuradoria turca dos crimes de "agressão intencional", "violação da segurança pública", "posse ilegal de armas" e "assédio sexual", depois de se ter envolvido em confrontos com um cantor turco.

O antigo jogador do Barcelona, depois de fraturar o nariz do músico, terá seguido o artista ainda até ao hospital, onde disparou um tiro, sem provocar feridos. O alegado assédio, por parte do internacional turco, à esposa do cantor, terá estado na origem da luta.

Arda Turan aguarda sentença judicial e até lá "continuará a desempenhar as suas funções profissionais", de acordo com o comunicado do clube que atualmente ocupa a segunda posição na Superliga Turca.

Lusa