Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Marco Silva trava Klopp e Guardiola acelera na frente

Nas últimas dez épocas, o Liverpool não tem mais do que três vitórias em casa do Everton, de Marco Silva

Lusa e Tribuna Expresso

PETER POWELL

Partilhar

A sempre difícil visita ao rival Everton em Goodison Park consumou este domingo a saída do Liverpool da liderança da Liga inglesa de futebol, com um empate que deixa os 'reds' atrás do campeão Manchester City.

Nas últimas dez épocas, o Liverpool não tem mais do que três vitórias em casa do Everton, com o registo recente no dérbi em Goodison Park a proporcionar seis empates, em 2019, 2018, 2015 (dois), 2013 e 2012.

A equipa de Sadio Mane, Mo Salah ou Firmino sentiu nesta 29.ª jornada o 'peso' do dérbi, frente a um rival que no último jogo em casa tinha precisamente perdido com o outro candidato ao título, o Manchester City (2-0).

Frente aos crónicos candidatos, o Everton, treinado por Marco Silva, até tem tido dificuldades, não só perdeu com o City, como tinha sido goleado pelo Tottenham (6-2), ainda em dezembro.

Se o jogo deste domingo era um teste na candidatura ao título, o Liverpool falhou em toda a linha. A equipa, que liderava desde dezembro (após 16.ª jornada), tem vindo a perder sucessivos pontos, até ser agora ultrapassada.

Nas 'contas', o empate coloca quase quatro meses depois o City na liderança, com a equipa do português Bernardo Silva -- que no sábado venceu na visita ao Bournemouth (1-0) -, a ter um ponto de vantagem.

Além da mudança de liderança na 'Premier', nos jogos de hoje o Chelsea foi vencer a casa do Fulham, na estreia de Scott Parker nos anfitriões, após a saída do italiano Claudio Ranieri.

Os 'blues', sextos na Liga, marcaram por Gonzalo Higuaín (20 minutos) e Jorginho (31), enquanto que no Fulham, em 17.º classificado e na zona de descida, o golo foi de Calum Chambers (27).

Mais cedo, o Watford, com Domingos Quina no banco, garantiu a vitória nos descontos (90+2), quando Andre Gray fez o 2-1 diante do Leicester, que teve Ricardo Pereira a titular.