Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

A segunda vida de Zidane no Real Madrid arranca com mini-revolução. E uma vitória

Regresso feliz de Zinedine Zidane ao banco do Real Madrid, com uma vitória por 2-0 frente ao Celta, num jogo em que o técnico francês fez regressar ao onze alguns proscritos da era-Solari, como Isco (que até marcou), Marcelo e Keylor Navas

Tribuna Expresso

GABRIEL BOUYS/Getty

Partilhar

Zinedine Zidane tem as suas ideias validadas por três Champions e um campeonato e o seu primeiro encontro na segunda vida à frente do Real Madrid prova que o regresso se fez com plenos poderes, com o francês a deixar, por exemplo, Thibault Courtois no banco para dar a baliza a Keylor Navas, o homem que tanta responsabilidade teve no trio de Ligas dos Campeões ganhas nos três últimos anos.

Mas houve mais: a mini-revolução do homem que voltou ao Santiago Bernabéu nove meses depois, viu o regresso ao onze de outros proscritos de Solari, como Marcelo e Isco.

E quis a história que o primeiro golo da segunda era de Zidane no Real Madrid fosse marcado precisamente por Isco, depois de meses de indigência e alguns problemas disciplinares.

Tudo está sanado, parece, e o golo aos 62 minutos frente ao Celta de Vigo recuperou o atacante espanhol, com o Real Madrid a marcar ainda aos 77’ por Gareth Bale, outro dos jogadores que se ressentiu com a saída de Zidane.

A vitória por 2-0 deixa o Real Madrid com 54 pontos, a dois do 2.º lugar do Atlético Madrid, ainda que os colchoneros tenham menos um jogo.