Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

A narrativa perfeita: sem Ronaldo, Juve adia a festa do título

A derrota diante da SPAL deixa a equipa de Massimiliano Allegri à espera do resultado do Nápoles e ainda poderá comemorar o título no domingo, fora do relvado.

Lusa

Chris Ricco

Partilhar

A Juventus, com serviços mínimos e sem quase todos os titulares, sofreu hoje a segunda derrota na Série A italiana de futebol, em casa da SPAL, por 2-1, e 'adiou' a conquista do título.

A 'Juve', que vinha de um empate em Amesterdão com o Ajax (1-1) nos quartos de final da Liga dos Campeões, entrou em Ferrara a saber que lhe bastava um empate para comemorar o oitavo 'scudetto' consecutivo, na 32.ª das 38 jornadas do campeonato.

Sem nove dos 11 titulares na Holanda, entre eles Cristiano Ronaldo, e mantendo na equipa apenas João Cancelo e Bentancur, a heptacampeã italiana esteve sempre à mercê da SPAL, apesar de até ter marcado primeiro.

O jovem Moise Kean adiantou a equipa de Turim aos 30 minutos, a desviar um remate de João Cancelo, mas a SPAL foi sempre mais perigosa e dominante e tirou proveito disso na segunda metade de jogo.

Bonifazi empatou de cabeça aos 49 minutos, na sequência de um pontapé de canto, e Floccari fez aos 74 minutos o que quis do central Gozzi Iweru, que aos 17 anos se estreou pela equipa principal da 'Juve', para fazer o 2-1.

A derrota, a segunda na Série A, depois da derrota com o Génova (2-0), deixa a equipa de Massimiliano Allegri à espera do resultado do Nápoles e ainda poderá comemorar o título no domingo, fora do relvado.

Um cenário que acontecerá se os napolitanos não vencerem na visita ao Chievo nesta 32.ª jornada. A 'vecchia signora' tem 84 pontos, enquanto o Nápoles segue em segundo com 64, e menos um jogo.