Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Adepto da Juventus gozou com o desastre de Superga durante o dérbi com o Torino. Pena: cinco anos sem entrar no estádio

Adepto nas bancadas imitou avião a cair na homenagem que aconteceu na véspera do 70.º aniversário do acidente aéreo que vitimou boa parte da equipa do Torino. Juventus não foi meiga na punição

Tribuna Expresso

Daniele Badolato - Juventus FC/Getty

Partilhar

Quis o calendário que o dérbi de Turim entre a Juventus e o Torino fosse marcado exatamente para a véspera do 70.º aniversário do desastre de Superga, acidente aéreo que vitimou boa parte da equipa do Torino, que regressava de um encontro particular com o Benfica. O avião onde a comitiva viajava embateu na Basílica de Superga, nos arredores de Turim, causando a morte aos 31 passageiros a bordo. Acabou assim de forma trágica a saga do Grande Torino, campeão de Itália nas quatro temporadas anteriores ao acidente e espinha dorsal da seleção italiana de então.

Apesar de serem inimigos, Juventus e Torino uniram-se na última sexta-feira numa homenagem às vítimas, mas o momento ficou manchado pelas imagens de um adepto da Juve a imitar um avião, numa clara provocação ao clube rival da cidade.

Uma atitude que vai sair cara ao adepto em questão. A direção da Juventus analisou as imagens do sistema de câmeras do estádio, com a ajuda das autoridades, identificou o homem e anunciou que este estará proibido de entrar no Allianz Stadium, casa da vecchia signora, nos próximos cinco anos. Uma sanção ainda mais pesada que a da justiça italiana, que impediu o adepto de frequentar recintos desportivos nos próximos dois anos.

A pena terá efeito imediato e o adepto já não poderá assistir ao encontro frente à Atalanta, no dia 19.

O encontro entre a Juventus e o Torino terminou empatado (1-1). Cristiano Ronaldo marcou o golo dos já campeões italianos.