Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

O emotivo duelo entre os misters portugueses da Premier League sorriu a Marco Silva

Everton bate o Wolverhampton por 3-2 e sobe provisoriamente ao 5.º lugar da liga inglesa. Já a equipa de Nuno Espírito Santo continua sem vencer no campeonato

Tribuna Expresso

Nathan Stirk/Getty

Partilhar

Golos, emoção e erros. O duelo entre os dois portugueses treinadores na Premier League teve muita história e Marco Silva a sorrir no final, depois da vitória do Everton por 3-2 frente ao Wolverhampton de Nuno Espírito Santo.

Em Goodison Park, em Liverpool, a equipa da casa marcou cedo, logo aos 5 minutos, após uma jogada em que Rui Patrício e Conor Coady se desentenderam, permitindo ao brasileiro Richarlison abrir o marcador.

Num início de encontro frenético, o empate do Wolverhampton, que jogou com Patrício, Ruben Vinagre e Ruben Neves de início, chegou quatro minutos depois, por Romain Saiss. Um empate que seria novamente desfeito aos 12 minutos, com um golo de Alex Iwobi, contratado esta época ao Arsenal.

Foi já na reta final do encontro que o Wolverhampton chegou novamente ao empate, com um golo de Raul Jimenez aos 75’, numa altura em que Espírito Santo já tinha feito entrar João Moutinho e Diogo Jota. Mas mais uma vez o Everton, que teve André Gomes nos titulares, conseguiu colocar-se de novo em vantagem, e desta vez de forma definitiva: Richarlison bisou, permitindo ao Everton subir de forma provisória ao 5.º lugar da tabela, com 7 pontos.

Já o Wolverhampton continua sem ganhar esta temporada na Premier League, estando apenas um lugar acima da linha de água.