Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Como é que se diz nestas alturas? Ah, sim, a lei dos mais fortes

Itália e a Espanha lideram os grupos J e F com 15 pontos

Lusa

ROBERT GHEMENT

Partilhar

Itália e Espanha confirmaram esta quinta-feira o favoritismo frente a Arménia e Roménia, mas apanharam alguns sustos, em jogos da fase de qualificação para o Euro 2020 de futebol, enquanto Israel 'tropeçou' em casa frente à Macedónia do Norte.

A seleção transalpina jogou toda a segunda parte com mais um jogador e só conseguiu desfazer o 1-1 que se registava ao intervalo aos 77 minutos, com um golo de Lorenzo Pellegrini.

A Arménia adiantou-se no marcador logo aos 11 minutos, por Alexander Karapetian, um golo que deixava entender que a Itália, que empatou aos 28 minutos por Andrea Belotti, iria ter um 'osso duro de roer' pela frente.

No entanto, o autor do golo arménio, Karapetian, facilitou a tarefa aos transalpinos ao receber ordem de expulsão ainda antes do intervalo por uma cotovelada, mas a Itália só 'desataria o nó' com dois golos perto do final, aos 77 e 80 minutos, o segundo com Belotti a 'bisar'.

Ao contrário, a Espanha teve uma entrada fortíssima na Roménia, marcou aos 29 minutos, por Sérgio Ramos, de penálti, mas poderia tê-lo feito bem antes, mas o guarda-redes romeno Ciprian Tatarusanu, que alinha nos franceses do Lyon, deu início a um festival de grandes defesas.

Paco Alcácer aumentou a contagem no início da segunda parte, aos 47 minutos, e a Espanha parecia caminhar para uma vitória robusta, sensação que se desvaneceu quando os romenos marcaram aos 59 minutos, por Florin Andone, e acreditaram que podiam chegar ao empate, valendo aos espanhóis no 'assalto' final duas grandes defesas do guarda-redes do Chelsea, Kepa Arrizabalaga, para conservar uma vitória que nunca pareceu em causa.

A Itália e a Espanha lideram os grupos J e F com 15 pontos em cinco jogos, seguidas pela Finlândia e a Suécia, respetivamente, com 12 e 10 pontos.

De sublinhar na jornada de hoje da fase de qualificação, o empate a um golo cedido pela seleção israelita em casa frente à congénere da Macedónia do Norte, em jogo do grupo G, liderado pela Polónia, com 12 pontos em quatro jogos, seguida por Israel com oito pontos em cinco jogos.