Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Son levou vermelho depois do lance com André Gomes, mas o cartão já foi retirado

"Son Heung-Min estará à disposição do Tottenham nos próximos três jogos em casa, após uma comissão independente ter decidido a favor de um pedido de expulsão injustificável"

tribuna expresso e lusa

Andrew Yates

Partilhar

O futebolista sul-coreano Son Heung-Min foi despenalizado, após ter estado no lance que originou a lesão grave do português André Gomes, na receção do Everton ao Tottenham, da 11.ª jornada da Liga inglesa, anunciou esta terça-feira a Federação inglesa, de acordo com a Lusa.

"Son Heung-Min estará à disposição do Tottenham nos próximos três jogos em casa, após uma comissão independente ter decidido a favor de um pedido de expulsão injustificável", escreveu a FA na sua conta oficial no Twitter.

A despenalização surge no mesmo dia em que os 'Toffees' indicaram que o internacional português "recebeu alta hospitalar, um dia após ter sido operado com sucesso", sendo que "vai continuar a reabilitação com a equipa médica" do clube Liverpool.

No desafio de domingo, em Goodison Park, o médio do Everton foi derrubado pelo avançado dos 'Spurs', acabando por torcer o tornozelo direito no momento em que apoiou a perna no chão, um lance em que o árbitro Martin Atinkson sancionou o jogador asiático, primeiramente, com um cartão amarelo, retificado, posteriormente, com o cartão vermelho direto.

No momento da lesão de André Gomes, o Everton, treinado pelo português Marco Silva, perdia por 1-0, com um golo marcado por Dele Alli, aos 63 minutos, tendo chegado ao empate em período de compensação, aos 90+7, por intermédio do turco Cenk Tosun.

André Gomes integrou a última convocatória da seleção portuguesa, para os jogos frente ao Luxemburgo (vitória por 3-0) e à Ucrânia (derrota por 2-1), para substituir o também lesionado William Carvalho.