Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Liverpool vence Tottenham e abre autoestrada em direção ao título, com 16 pontos de vantagem

Depois de dominar a 1ª parte, o Liverpool colocou-se em vantagem e não permitiu que o Tottenham desse réplica. É agora ainda mais líder da Premier League, até porque o Leicester, 2º classificado, perdeu perante o Southampton

tribuna expresso e lusa

Nick Taylor/Liverpool FC

Partilhar

Um golo do brasileiro Roberto Firmino colocou hoje o Liverpool na história, com a equipa inglesa a ter o melhor início de sempre entre os cinco principais campeonatos, após bater fora o Tottenham, de José Mourinho.

Era preciso que os ‘reds’ vencessem os ‘spurs’, na 21.ª jornada da Liga inglesa de futebol, para atingirem hoje o recorde de 61 pontos, superando os 58 de Paris Saint-Germain e Juventus em 2018/19, de Manchester City em 2017/17 e de Bayern Munique, em 2013/14.

Além disto, a equipa treinada pelo alemão Jurgen Klopp continua ‘insaciável’ na corrida a um título que lhe foge há 30 anos, depois de ter sido campeã inglesa pela última vez em 1989/90.

Visitar José Mourinho e o Tottenham, mesmo sem o lesionado Harry Kane, não surgia como o desafio mais fácil para o Liverpool, que não deixou, todavia, de ‘mandar’ no jogo, embora o adversário também tivesse mostrado argumentos para marcar.

Na primeira parte, o domínio do Liverpool foi maior. Primeiro, ameaçou por Oxlade-Chamberlain ao poste, aos três minutos, ainda antes de um cabeceamento de Van Dijk, aos 23, e um lance perigoso de Sadio Mane, aos 36.

GLYN KIRK

O golo coube a Firmino, aos 37, com o brasileiro, após passe de Salah, a tirar de forma inteligente o defesa da frente e a encontrar espaço para rematar forte e fazer o único golo, num lance em que o VAR analisou uma possível mão antes.

O Tottenham, que teve apenas 33 por cento de posse de bola, esteve mais forte na segunda metade e viu Son (74 minutos) e Aurier (82) desperdiçarem oportunidades, para desespero de José Mourinho, junto à linha.

A vitória de hoje deixa o Liverpool com uma ‘autoestrada’ aberta para o título, com mais 16 pontos do que o Leicester, que hoje perdeu em casa com o Southampton, num momento em que os ‘reds’ até têm um jogo em atraso.