Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

De Ligt: “Entrei no balneário e parecia um miúdo numa loja de doces: 'está ali o Ronaldo'. Mas não foi por causa dele que vim para a Juve”

O central da Juventus relatou a sua experiência no gigante de Turim no podcast "Foot Truck"

Tribuna Expresso

Jan Kruger

Partilhar

A entrada

"A Juventus disse-me: ok, és novo, mas também é essa a razão porque queremos contratar-te, porque já pareces muito maduro, sabes como lidar com a pressão e assim. Também me disseram que é difícil para um rapaz de 19 anos sair do país natal e ir para o estrangeiro, mas que tinham confiança em mim."

O balneário

"Só que, claro, quando entras no balneário pela primeira vez... Parecia um miúdo numa loja de doces: 'está ali o Ronaldo, está ali o Buffon'. No início, estás um bocadinho atrapalhado. Mas depois, dois meses depois, comecei-me a sentir bem comigo ali dentro".

O esclarecimento

"Não foi por causa daquela conversa com Ronaldo naquela final da Liga das Nações que eu vim para Itália. Tive muitos clubes atrás de mim e muito tempo para decidir para onde ir."