Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Capello: “Em Espanha, o único clube que não será destruído é o Real Madrid. Barcelona e Atlético vão sofrer”

O treinador italiano Fabio Capello considerou esta segunda-feira que o Real Madrid, clube que levou aos títulos de LaLiga em 1996/97 e 2006/07, será o único espanhol que não será destruído economicamente pela pandemia do novo coronavírus

Lusa

Angel Martinez

Partilhar

O treinador italiano Fabio Capello considerou esta segunda-feira que o Real Madrid, clube que levou aos títulos de LaLiga em 1996/97 e 2006/07, será o único espanhol que não será destruído economicamente pela pandemia do novo coronavírus.

"Parece-me que em Espanha o único clube que não será destruído [economicamente] nesta pandemia é o Real Madrid. FC Barcelona e Atlético de Madrid vão sofrer muito", disse Fabio Capelo, em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport.

O italiano Fabio Capello, de 74 anos, orientou o Real Madrid em duas etapas diferentes da sua carreira, nas temporadas de 1996-1997 e 2006-2007, que terminaram com a conquista do campeonato espanhol de futebol por parte dos 'merengues'.

O treinador, que conta no seu currículo com a conquista da Liga dos Campeões de 1993/94 com o AC Milan, também se referiu à possível contratação do argentino Lautaro Martínez, atacante do Inter Milão, pelo FC Barcelona.

"Se eu fosse a ele ficava no Inter. Em Barcelona será suplente", disse o treinador italiano, que acredita que o argentino precisa continuar em Milão, onde é treinado por Antonio Conte, para continuar o seu crescimento.

Fabio Capello, que se encontra sem clube desde que deixou os chineses do Jiangsu Suning em 2018, disse ainda que o mercado futebolístico, como se conhece atualmente, vai sofrer uma profunda alteração após a pandemia de covid-19.

"Foram alcançados números absurdos em contratações. Voltaremos a um nível mais razoável. Serão necessários gestores inteligentes para consertar o sistema. O egoísmo pode ser fatal", afirmou.