Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Premier League poderá voltar a partir de 1 de junho

O governo inglês publicou um relatório de medidas para o desconfinamento gradual no qual mantém a proibição de qualquer evento desportivo até ao final deste mês. Mas, a partir de junho, os eventos desportivos profissionais poderão ser retomados à porta fechada, o que implica o futebol. Mas ainda falta que os clubes e a Premier League atinem nos moldes em que o regresso à competição será feito

Tribuna Expresso

Visionhaus/Getty

Partilhar

Tanto a "BBC" como o jornal "Independent" o noticiaram, embora com nuances entre eles: a cadeia de televisão pública britânica avançou que nenhum desporto profissional se poderá realizar em Inglaterra até 1 de junho, enquanto o jornal preferiu noticiar que a Premier League poderá ser retomada no próximo mês, com jogos à porta fechada.

São duas conclusões retiradas do mesmo documento, com cerca de 50 páginas, que o governo liderado por Boris Johnson redigiu com um plano de aliviamento progressivo das medidas de confinamento em Inglaterra. Mas não é, de todo, certo que a Premier League regresse à competição logo no primeiro dia do próximo mês, ou que sequer o venha a fazer em junho.

Isto porque os 20 clubes do campeonato ainda não chegaram a acordo quanto aos moldes para a retoma do campeonato. Os responsáveis das equipas voltam a reunir esta segunda-feira, mas, nas últimas semanas, têm sido noticiadas as discordâncias em torno do Project Restart, nome concedido ao plano de trabalho para o regresso à competição.

Ainda não se chegou a consensos quanto às regras a serem aplicadas para as equipas voltarem aos treinos, sobre as medidas de segurança necessário à realização dos jogos, ou onde serão jogadas essas partidas que faltam disputar - uma proposta é a de que se realizam num número determinado de estádios, algo a que sobretudo os clubes que ocupam os lugares inferiores da liga se opõem, por lhes retirar o fator casa, mesmo que não haja adeptos no recinto.