Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Covid-19. Galatasaray, Besiktas e Fenerbahçe cancelam treinos após casos positivos

Três dos principais clubes da Turquia suspenderam o regresso aos treinos das respetivas equipas de futebol, depois de surgirem vários casos positivos à covid-19 nos testes de rastreio

Lusa

O treinador Fatih Terim, do Galatasaray, testou positivo

Anadolu Agency

Partilhar

Galatasaray, Besiktas e Fenerbahçe, três dos principais clubes da Turquia, suspenderam o regresso aos treinos das respetivas equipas de futebol, depois de surgirem vários casos positivos à covid-19 nos testes de rastreio.

“Depois de testes realizados na quinta-feira à covid-19 a todos os jogadores, ao treinador Fatih Terim e aos seus adjuntos, às equipas de treinadores, de saúde, e administrativas e de apoio, verificou-se um caso positivo num membro da equipa técnica”, refere o Galatasaray.

Uma situação que levou o clube, que já tinha tido o treinador Fatih Terim e o vice-presidente Abdurahim Albayrak infetados, a suspender durante seis dias os treinos, que tinham sido retomados na segunda-feira.

Também o Besiktas, no qual alinha o português Pedro Rebocho, cancelou os treinos, depois de ter comunicado na quinta-feira existirem oito casos positivos nos testes realizados a jogadores e outros funcionários do clube.

Uma situação semelhante à do Fenerbahçe, que detetou nos testes desta semana dois casos positivos à covid-19, um funcionário e um elemento da direção, com o emblema a cancelar igualmente os treinos.

Na última semana, a Liga turca anunciou um regresso em 12 de junho, ainda sem esclarecer se os jogos serão disputados à porta fechada.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede na Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 302 mil mortos e infetou quase 4,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,5 milhões de doentes foram considerados curados.