Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Covid-19. Todos os jogadores do Tottenham de José Mourinho testaram negativo - e ele também

“Fizemos os testes na segunda-feira a todos os jogadores e funcionários e todos tiveram resultado negativo, o que é fantástico. Iniciámos os treinos há uma semana. Permitiram-nos treinar de forma individual, com um elemento da equipa técnica em campo”, afirmou Harry Kane

Lusa

Michael Steele

Partilhar

Os testes à covid-19 efetuados pelos jogadores e funcionários do Tottenham tiveram todos resultado negativo, revelou hoje o futebolista internacional inglês Harry Kane, avançado da equipa treinada pelo português José Mourinho.

“Fizemos os testes na segunda-feira a todos os jogadores e funcionários e todos tiveram resultado negativo, o que é fantástico. Iniciámos os treinos há uma semana. Permitiram-nos treinar de forma individual, com um elemento da equipa técnica em campo”, afirmou Kane.

Os responsáveis da Premier League mantiveram várias reuniões durante esta semana, com o objetivo de criar as condições para o regresso da competição, entre as quais está a realização intensiva de testes de rastreio à covid-19 de todas as pessoas envolvidas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 302 mil mortos e infetou quase 4,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,5 milhões de doentes foram considerados curados.

O Reino Unido é o país europeu com maior número de casos confirmados de infeção, acima dos 233 mil, e o que tem maior número de mortos devido à covid-19, com um total de 33.614 vítimas mortais.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede na Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.