Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Clássico + vitória = 16 pontos de vantagem. Shakhtar Donetsk de Luís Castro voltou com embalo na Ucrânia

A equipa ucraniana treinada pelo português venceu (3-1) o Dínamo de Kiev no primeiro jogo após a retoma da competição e ficou com mais 16 pontos do que o segundo classificado do campeonato. Está à vista o título para Luís Castro e a armada de portugueses no Shakhtar

Lusa

Handout

Partilhar

O Shakhtar Donetsk deu, este domingo, mais um passo rumo ao tetracampeonato ucraniano de futebol, ao vencer o Dínamo Kiev (3-1). A equipa de Luís Castro fica assim com mais 16 pontos que os mais diretos perseguidores.

A jogar na condição de visitante, num estádio sem público nas bancadas, o Dínamo Kiev até se adiantou no marcador, aos 38 minutos, por intermédio da cabeça de Vitaly Buyalskyy, mas o Shakhtar reagiu imediatamente e, no minuto seguinte, empatou com um golo de Marlos.

Já na segunda parte, aos 67, o mesmo Marlos (brasileiro naturalizado ucraniano), de 31 anos, bisou no encontro e colocou o tricampeão ucraniano em vantagem, com o jovem brasileiro Marcos António a marcar aos 74 minutos, selando a vitória.

Além dos três pontos amealhados frente ao Dínamo Kiev, que segue no grupo de três equipas com 46 pontos, juntamente com o Zorya e o Densa, a formação liderada por Luís Castro (62 pontos) beneficiou da derrota na véspera do Zorya, na deslocação ao terreno do Oleksandriya, enquanto o Desna venceu no sábado a sua partida frente ao Kolos.

O Shakhtar, que eliminou o Benfica nos 16 avos da Liga Europa, regressou assim com uma vitória após o interregno do campeonato ucraniano que, a exemplo do que aconteceu em praticamente todos os países europeus, inclusive em Portugal, foi afetado pela pandemia de covid-19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 369 mil mortos e infetou mais de 6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.