Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Jorge Jesus "abriu mão de uma parte significativa" do que ia receber e ficou no Flamengo: "Estou num sítio que me faz feliz"

O Flamengo oficializou a renovação de Jorge Jesus, com o presidente do clube a agradecer ao treinador português por ter compreendido as dificuldades financeiras provocadas pela pandemia de covid-19

Tribuna Expresso

DR

Partilhar

"O Mister ficou". Foi assim que o Flamengo oficializou a renovação de Jorge Jesus por mais uma época, depois do treinador português já ter anunciado, no Instagram, que iria continuar no Brasil.

Aos 65 anos, Jesus mantém-se no comando do Flamengo, clube no qual conquistou praticamente tudo na época passada, por uma razão quase sentimental. "Ou escolhes a tua carreira desportiva ou escolhes a tua carreira financeira. Eu, neste momento, felizmente posso escolher o que quero para a minha carreira desportiva. Foi o que fiz no ano passado ao vir para o Flamengo e o que fiz este ano ao continuar no Flamengo", explicou o treinador português, em conferência de imprensa.

"Porquê? Porque não pus à frente a minha carreira financeira. Toda a gente sabe que os meus contratos em Portugal, nem falo na Arábia, não há comparação possível. No meu primeiro ano, ninguém sabia o que ia acontecer, eu sabia, porque acreditava na qualidade do meu trabalho e nos jogadores, não conhecendo ainda a estrutura. Agora conheço os jogadores e a estrutura, conheço a paixão que os adeptos têm por mim, estou num sítio que me faz feliz, portanto esse foi o fator número um da minha escolha. Todos nós gostamos de nos sentir felizes em qualquer atividade. Foi isso que pus à frente de tudo", acrescentou.

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, agradeceu a Jesus, não só por permanecer no clube, mas por ter facilitado as negociações. "Temos de agradecer muito ao Jesus, que durante este processo de negociações nos ajudou bastante, abrindo mão de uma parte significativa do que vinha a receber e do que vinha sendo combinado antes da covid. Ele entendeu o que está a acontecer pela covid-19", afirmou, sem pormenorizar quanto irá ganhar o treinador português - o Globo Esporte indica que serão €4 milhões por toda a época, fora os prémios por possíveis títulos.

E, por falar em títulos, é isso que Jesus quer continuar a arrecadar. "No ano passado conquistámos títulos e vamos querer conquistar novamente este ano. Queremos ainda pôr a cereja em cima do bolo, ficou-nos atravessado na garganta não sermos campeõs do mundo. Vamos trabalhar para chegar lá novamente este ano", disse o treinador português, que conquistou com o Flamengo a Taça dos Libertadores, o Brasileirão de 2019, a Supertaça do Brasil, a Supertaça Sul-Americana e a Taça Guanabara (primeira fase do campeonato Carioca).

"Digam à nação que fico". Jorge Jesus renova com o Flamengo

O treinador português anunciou que vai continuar no Brasil, pelo menos mais uma época