Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Oficial: Casillas desiste da corrida à presidência da Real Federação espanhola

O anúncio foi feito nas redes sociais. Casillas não fecha a porta, todavia, a uma futura candidatura

Lusa

Rafael Marchante

Partilhar

O ex-guarda-redes do FC Porto, Iker Casillas, anunciou hoje a desistência da candidatura à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), considerando que a crise da Covid-19 deixa o assunto em segundo plano.

Numa publicação na rede social Twitter, o internacional espanhol justifica a decisão com a crise "social, económica e sanitária" que atinge Espanha desde o início da pandemia do novo coronavírus.

No comunicado, Casillas promete olhar para uma futura candidatura, mas reitera que este não é o momento certo.

"Não é uma porta fechada ao futuro, queria realmente um processo eleitoral justo, transparente e participativo, tentando o melhor para o futebol espanhol, mas neste momento não é essa a aposta. Espero que nas próximas eleições isso possa acontecer, comigo ou com outros candidatos", acrescentou.

Casillas anunciou a candidatura às eleições, que estavam agendadas para março, a 17 de fevereiro.

Entretanto, na última semana, a RFEF convocou as eleições para 17 de agosto, caso o Conselho Superior do Desporto concorde com a data, e em alternativa, caso não seja possível, adiantou a data de 17 de setembro.

O antigo campeão da Europa e do mundo, que exerce atualmente funções de ligação entre a equipa e a estrutura diretiva do FC Porto, não veste a camisola dos "dragões" desde maio, altura em que sofreu um enfarte agudo do miocárdio durante um treino da equipa.