Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

E vão quatro títulos seguidos conquistados por portugueses. Luís Castro é campeão da Ucrânia com o Shakhtar Donetsk

O treinador português conquistou, aos 58 anos, o primeiro título da carreira na primeira divisão, ao ser campeão ucraniano com o Shakhtar Donetsk. A equipa venceu, este sábado, o Oleksandria (3-2) e garantiu, a cinco jornadas do fim, o tetracampeonato para o clube

Tribuna Expresso

Os festejos do Shakthar Donetsk, liderado por Luís Castro, depois de eliminar o Benfica da Liga Europa, a 27 de fevereiro de 2020, na Luz

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Ainda restam cinco jornadas no reatado campeonato ucraniano, mas, para o objetivo que tinha, Luís Castro já não precisará, verdadeiramente, delas. O treinador português tornou-se, este sábado, campeão com o Shakhtar Donestk, ao vencer o Oleksandria, por 3-2, e somar os dois pontos que faltavam para garantir o título. Tem agora mais 19 que o segundo classificado, o Dínamo de Kiev.

É o quarto consecutivo que o clube conquista e deve muitos dos obrigados a portugueses: as três primeiras conquistas aconteceram com Paulo Fonseca a treinar a equipa, antes de sair para a AS Roma, de Itália, e ser substituído por Luís Castro, no verão passado.

O treinador português, de 58 anos, conquista assim o seu primeiro título num principal escalão de futebol. No currículo tinha já a conquista da II Divisão portuguesa com a equipa B do FC Porto, em 2016, e a então III Divisão Nacional, com o Estarreja.

Na equipa técnica de Luís Castro trabalham outros cinco portugueses - os adjuntos Vítor Severino, João Brandão e Filipe Çelikkaya, o treinador de guarda-redes António Ferreira e o observador de jogo José Costa - e o Shakhtar Donetsk tem, também, João Boto como diretor de scouting.