Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

O jovem Guendouzi agarrou um adversário pelo pescoço: “És uma m****. Ganho mais do que alguma vez irás ganhar”. Não foi a primeira vez

No jogo que o Arsenal perdeu contra o Brighton, por 2-1, o médio dos gunners apertou o pescoço de Maupay, que marcou o golo do triunfo da sua equipa, e abusou verbalmente do adversário e também dos seus colegas. Aparentemente, este é um comportamento recorrente no futebolista francês

Tribuna Expresso

Guendouzi e Maupay, antes de tudo começar a correr mal

Mike Hewitt

Partilhar

Às tantas, Mattéo Guendouzi, jogador francês do Arsenal, é visto a apertar o pescoço de Neal Maupay, do Brighton. Isto aconteceu após o apito final do encontro, que o Brighton venceu por 2-1, com um golo de Maupay, e esta poderá ser uma pista para a atitude de Guendouzi que escapou a uma suspensão da habitualmente severa federação inglesa.

Mas, aparentemente, Guendouzi fez mais do que agarrar Maupay pela garganta. Segundo fontes citadas pelos jornais ingleses, o jovem gaulês terá provocado insistentemente o adversário, relembrando-lhe da disparidade salarial entre ambos e ridicularizando, também, os atletas do Brighton. “Nunca hás-de ganhar o que eu ganho” e “os jogadores do Brighton são uma merda”, comportamentos recorrentes e pouco profissionais que já lhe valeram críticas públicas. “Ele já fez isto antes. O Arsenal é um clube de bem e não gostam desse tipo de conduta”, dizem as mesmas fontes. Nota: Guendouzi, de 21 anos, aufere cerca de 44 mil euros por semana.

Na verdade, Mikel Arteta, o treinador do Arsenal, já antes pôs o talentoso médio francês de molho após uma pausa de inverno em que a equipa esteve a treinar no Dubai. Na altura, foi noticiado que Arteta não gostara das atitudes pouco profissionais do jogador.