Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

É oficial: 28 anos depois daquele pontapé à Sampdoria, Ronald Koeman está de regresso ao Barcelona

O holandês vai assinar contrato até 2022 e será apresentado esta tarde, às 17h, em Camp Nou. Autor do único golo da final da Taça dos Campeões Europeus, em 1992, Koeman volta ao clube que esteve sempre na sua cabeça

Tribuna Expresso

Lukas Schulze - UEFA

Partilhar

Ronald Koeman, o homem que deu a primeira Taça dos Campeões Europeus ao Barcelona, em 1992, é o novo treinador do clube, sucedendo assim a Quique Setién.

O holandês, que abandona a seleção holandesa, vai assinar um contrato até 2022 e a apresentação terá lugar esta tarde, às 17h, no Camp Nou, o estádio do Barcelona.

Koeman até esteve em cima da mesa para suceder a Ernesto Valverde, tal como Xavi e Mauricio Pochettino, em janeiro, mas o holandês terá considerado não ser o momento oportuno para treinar o Barça, até porque estava a abandonar a seleção do seu país a poucos meses do Campeonato da Europa.

O "El País" conta que na cabeça de Koeman esteve sempre o Barcelona e prova disso é que, em 2018, no contrato com a federação holandesa, exigiu uma cláusula que o permitia sair caso os catalães o convidassem para treinar a equipa. O diário espanhol diz ainda que Koeman terá aceitado baixar o seu salário e que terá mesmo assumido a compensação para a federação holandesa: cinco milhões de euros.

Uma das figuras do "Dream Team" de Johan Cruyff, um defesa com cabeça de médio e com um pontapé impressionante, tem agora a missão de renovar o plantel blaugrana, que parece espremido, desequilibrado e desligado como nunca.

Antes de chegar ao Barcelona, Ronald Koeman treinou clubes como Vitesse, Ajax, Benfica, PSV, Valencia, AZ Alkmaar, Feyenoord, Southampton e Everton.

Na Luz, em 2005/06, conquistou apenas uma Supertaça Cândido de Oliveira (1-0 vs. Vitória Setúbal, Nuno Gomes), mas chegou longe na Liga dos Campeões, aos quartos, precisamente contra o seu Barcelona, que na altura era treinado por Frank Rijkaard. Antes, eliminara o campeão europeu em título: Liverpool.