Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Maradona vai ser operado ao cérebro

Em desenvolvimento

A notícia foi avançada pelo jornal argentino Clarín. O antigo futebolista estivera internado por anemia e desidratação nos últimos dias

Icon Sport/Getty

Partilhar

O argentino Diego Maradona, para muitos o melhor futebolista da história, será operado nas próximas horas a um hematoma subdural, após ter sido detectado um coágulo no cérebro.

A cirurgia, segundo o jornal Clarín, deverá decorrer nas próximas horas. "É uma cirurgia de rotina, não muda o panorama, o Diego continua com a mesma condição clínica, ainda que com uma causa mais concreta", disse Leopoldo Luque, o médico que estará encarregue do procedimento.

O Clarín cita fontes próximas de Diego Maradona que suspeitam que o coágulo se tenha formado de "alguma pancada" sofrida "no último mês ou nos últimos anos, não se sabe". Um hematoma subdural pode ser encarado como uma emergência devido à pressão exercida no cérebro em função do sangue acumulado na eventualidade de se terem rebentado vasos sanguíneos.

Nos últimos dias, que se sucederam ao seu 60.º aniversário, Diego Maradona foi internado com um quadro clínico de anemia e de desidratação - e também de depressão. Leopoldo Luque, o mesmo médico, disse que o antigo número 10 estava "limpo de cocaína", mas "que cometia alguns excessos com bebidas alcoólicas"; há relatos sobre a inércia, a falta de apetite e alguma debilidade física de Maradona.