Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

A covid-19 afasta Pedro Santos da final da MLS: "Estou muito desiludido. Era o jogo mais importante da minha carreira"

O jogador português dos Columbus Crew testou positivo à covid-19 e não vai poder estar presente na final do campeonato dos EUA, domingo, frente aos Seattle Sounders (1h30, SportTV2)

Mariana Cabral

Emilee Chinn

Partilhar

A influência dele na época em que os Columbus Crew chegam à final da MLS - a Major League Soccer, o campeonato norte-americano de futebol - é indesmentível:

- é o segundo mais utilizado da equipa, somando 2233 minutos em 26 jogos, todos eles enquanto titular (só fica atrás de Jonathan Mensah);

- é o segundo melhor marcador da equipa, com oito golos (só fica atrás de Gyasi Zardes, com 15 golos);

- é o jogador que faz mais assistências para os golos dos colegas, somando cinco passes decisivos.

Pedro Santos foi um dos jogadores mais influentes da equipa de Ohio, mas não vai poder desfrutar dessa influência: testou positivo à covid-19 na terça-feira e não poderá estar presente na final da prova, frente aos Seattle Sounders, domingo (1h30, SportTV2). "Não vou poder jogar, infelizmente, vou falhar a final", confirmou o jogador português à Tribuna Expresso.

Emilee Chinn

O extremo de 32 anos não escondeu a tristeza por não poder entrar no jogo mais decisivo da época, contra o campeão em título. "Claro que estou muito desiludido. Era o jogo mais importante da minha carreira e não vou poder estar presente", explicou Pedro Santos, que cumpre a quarta temporada na equipa norte-americana, depois de se ter destacado no Sporting de Braga.

Pedro Santos diz que tem "alguns sintomas", mas nada de particularmente grave, até porque já se vai "sentindo melhor". Segundo os Crew, há dois jogadores infetados, mas o clube não revelou a sua identidade, apesar de listar tanto Pedro Santos como o médio Darlington Nagbe como "inaptos". A MLS não obriga os clubes norte-americanos a divulgarem os casos positivos nas equipas.

A equipa de Ohio, campeã em 2008, terá pela frente uma final que não se antevê fácil. Os Seattle Sounders, além de serem campeões em título, chegaram a quatro finais nos últimos cinco anos, mas os Crew poderão ter uma pequena vantagem: jogam em casa, já que o jogo será disputado no Mapfre Stadium, em Columbus, Ohio.

Para chegarem à final da MLS, os Columbus Crew derrotaram os NE Revolution, por 1-0, sagrando-se assim campeões da conferência este. Já os Seattle Sounders conquistaram a conferência oeste, ao derrotarem os Minnesota United, por 3-2.