Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

O novo líder da arbitragem checa é português: Vítor Pereira

Vítor Pereira foi árbitro em Portugal durante 23 épocas, tendo integrado os quadros da UEFA durante 11 anos

Lusa

Partilhar

O Comité Executivo da Federação Checa de futebol (FACR) aprovou o nome de Vítor Pereira para presidir à Comissão de Arbitragem, referindo que o português era a "melhor solução possível".

O organismo que tutela o futebol checo anunciou a decisão no seu 'site' e fez ainda saber que a opção pelo antigo árbitro português surgiu na sequência de uma conversa entre Robert Rosetti, Presidente do Comité de Arbitragem da UEFA, e Martin Malík, Presidente do FACR, e que a composição final da comissão será definida no início de 2021.

"Neste momento, esta é a única solução que encontrámos para resolver a situação atual em torno da arbitragem e da FACR. Conversei com os representantes da Liga de futebol (LFA) sobre o nome do senhor de Vítor Pereira, que nos foi proposto pela UEFA, e concordámos que esta era a melhor solução possível. Gostaria que o senhor Vítor Pereira devolvesse ao FACR o estatuto de órgão profissional, transparente e totalmente independente o mais rápido possível", afirmou o presidente da FACR, Martin Malík, em declarações ao 'site' do organismo a que preside.

Vítor Pereira foi árbitro durante 23 épocas, tendo integrado os quadros da UEFA durante 11 anos, durante os quais dirigiu 104 jogos internacionais, 24 da Liga dos Campeões Europeus, participou nos Mundiais de 1998, em França, de 2002, na Coreia do Sul e Japão, e no Europeu de 2000, na Bélgica e nos Países Baixos, e esteve em três finais de provas continentais (Supertaça, Taça UEFA e Taça Intertoto).

Foi membro do Comité de Arbitragem do organismo máximo do futebol europeu e liderou o setor da arbitragem nas Federações portuguesa, entre 2011 e 2016, e grega, a partir de 2017. Esteve ainda envolvido num projeto da federação brasileira.