Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Jogador do Galatasaray com queimaduras nas mãos e no rosto, e em risco de perder a visão após incidente com fogo de artifício

Omar Elabdellaoui, lateral norueguês do clube turco, foi socorrido e encontra-se hospitalizado. Aconteceu nas celebrações do ano novo

Tribuna Expresso

Trond Tandberg

Partilhar

O defesa norueguês Omar Elabdellaoui (29 anos) ficou gravemente ferido na sequência de um acidente com fogos de artifício durante a celebração do ano novo. Elabdellaoui, jogador do Galatasaray, da Turquia, encontra-se hospitalizado com queimaduras nas mãos e roso, e com ferimentos nos olhos. "O Omar recebeu a primeira assistência médica logo após o acidente. Os danos provocados nos olhos serão reavaliados após novos exames. Neste momento, está consciente e não corre risco de morte", anunciou, em nota oficial, o Galatasary.

Segundo o jornal "Marca", que cita órgãos de comunicação turcos, Omar corre o risco de perder a visão. Fatih Terim e Arda Turam, respetivamente treinador e capitão do Galatasaray, "deslocaram-se ao hospital para acompanhar o futebolista".

A polémica

Por outro lado, o Galatasaray criticou a publicação, nas redes sociais, de uma fotografia tirada a Elabdellaoui quando se encontrava na ambulância, a "caminho do hospital." "O chefe da ambulância tira fotos e partilha-as. É uma pena, é um pecado. Essa pessoa tem três filhos, o Galatasary têm 30 milhões de adeptos. O Elabdellaoui tem milhares de pessoas preocupadas com ele. Isto é uma vergonha", disse o vice-presidente do emblema turco.