Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Bruno Fernandes valorizou quase 50 milhões de euros em seis meses

De acordo com o Observatório do Futebol, o jogador português vale neste momento 151,1 milhões de euros e é o médio mais caro das cinco maiores ligas europeias. João Félix é o mais valioso da liga espanhola e Cristiano Ronaldo vale apenas 47 milhões de euros

Lusa

Pool

Partilhar

O futebolista português Bruno Fernandes, do Manchester United, é o médio mais caro das cinco principais ligas europeias para uma potencial transferência, indica um estudo do Observatório do Futebol, liderado pelo seu companheiro de equipa Marcus Rashford.

De acordo com o estudo, Bruno Fernandes, que tem contrato com os ‘reds’ até 2025, tem um valor de transferência de 151,1 milhões de euros, tendo valorizado cerca de 47 milhões em relação ao mês de junho, e é o quarto da lista global.

João Félix, do Atlético de Madrid, é o jogador mais caro da liga espanhola, ocupando a quinta posição na lista de avançados (141,5 ME), e a sétima posição da classificação global, a 24,1 ME de Rashford.

Na lista de defesas mais caros, que é liderada pelo inglês Trent Alexander-Arnold, do Liverpool, com um valor de 151,6 ME, Rúben Dias, que em setembro se transferiu do Benfica para o Manchester City por 68 ME, ocupa a terceira posição (126,8 ME), logo atrás de Alphonso Davies, do Bayern de Munique (139,2).

O internacional português Bernardo Silva, do Manchester City, é o 17.ª avançado mais caro, com um valor de mercado de 97,3, numa lista em que Diogo Jota, do Liverpool, é 25.º classificado (82,1 ME) e Francisco Trincão, jogador do FC Barcelona, ocupa o 40.º lugar, com um valor de 60,4 ME.

Pedro Neto, jogador do Wolverhampton, é o 47.º classificado na lista de avançados (53,6), imediatamente atrás do argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, que tem um valor de transferência de 54 milhões, numa altura em que está a seis meses do final do contrato.

A lista de guarda-redes é liderada pelo brasileiro do Manchester City Ederson Moraes, que em Portugal já alinhou no Benfica e no Rio Ave, com um valor de 79,6 ME, seguido do alemão Ter Stegen (70 ME), do FC Barcelona, e do seu compatriota Alisson Becker (65,7 ME), do Liverpool.

O português Cristiano Ronaldo ocupa a 131.ª posição da lista geral, com um valor de 47 ME, justificado em parte pela curta duração do seu contrato com a Juventus, que termina em junho de 2022.

Na lista global, atrás de Marcus Rashford, surgem na segunda e terceira posições, respetivamente, o avançado Erling Haaland (152 ME), do Borussia Dortmund, e o defesa Trent Alexander-Arnold.

O avançado alemão Robert Lewandowski, eleito em dezembro passado melhor jogador do ano de 2020, ocupa a 55.ª posição na lista geral (72,1 ME), e a 31.ª na tabela de atacantes.

O estudo avaliou os jogadores das ligas de Espanha, Inglaterra, Itália, França e Alemanha.