Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

A resposta do Marselha a André Villas-Boas: suspensão e processo disciplinar

O clube acusa o treinador português de prejudicar gravemente o Marselha, com os comentários que teceu em público sobre o mercado de transferências

tribuna expresso e lusa

POOL New

Partilhar

O Marselha suspendeu André Villas-Boas e instaurou um processo disciplinar ao treinador português, por “ações e atitudes” que prejudicaram o clube, anunciou hoje o emblema da liga francesa de futebol.

“Esta decisão tornou-se inevitável, devido à recente repetição de ações e atitudes que prejudicam gravemente a instituição e os seus funcionários, que a defendem diariamente. Os comentários feitos hoje, em particular sobre Pablo Longoria, diretor do futebol, são inaceitáveis. Eventuais sanções serão aplicadas na sequência de um procedimento disciplinar”, lê-se num comunicado do Marselha.

Horas antes, em conferência de imprensa, Villas-Boas revelou que tinha apresentado a demissão do cargo de treinador do Marselha, por discordar da política desportiva da direção do clube da liga francesa.

"Não quero nada do Marselha, nem dinheiro. Só quero ir-me embora", afirmou o técnico português, garantindo que aguarda uma resposta da direção, com a qual admitiu ter tido um desentendimento na 'janela de transferências', cujo período terminou na segunda-feira.

Villas-Boas, que chegou ao clube francês no início da temporada 2019/20, disse ser contra a chegada do médio francês Olivier Ntacham, emprestado pelos escoceses do Celtic, e admitiu ter sabido "em cima da hora" da saída do extremo Nemanja Radonjic para o Hertha Berlim. "O meu profissionalismo foi tocado e isso não posso aceitar", explicou.