Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Mais um golo de Cristiano Ronaldo no regresso da Juventus às vitórias

Ronaldo alcançou, pela 12.ª temporada seguida, a marca dos 20 golos numa edição de um campeonato

Lusa

FILIPPO VENEZIA

Partilhar

O internacional português Cristiano Ronaldo marcou esta terça-feira o último golo da Juventus na receção ao Spezia (3-0), em jogo da 25.ª jornada, e ajudou a formação de Turim a regressar às vitórias na Liga italiana de futebol.

Poucos dias depois de terem cedido um empate em Verona (1-1), os 'bianconeri' adiantaram-se por intermédio do espanhol Álvaro Morata, aos 62 minutos, e dilataram a vantagem por Federico Chiesa, aos 71, com ambos os golos a serem construídos por Federico Bernardeschi.

Em cima do final, Rodrigo Bentancur recuperou uma bola e isolou Cristiano Ronaldo, que deixou a sua 'marca' e fixou o resultado, aos 89 minutos, anotando o 20.º tento na prova e consolidando a liderança da lista de melhores marcadores, com mais dois do que o belga Romelu Lukaku, do Inter de Milão.

Mais uma marca para Cristiano

Ronaldo alcançou, pela 12.ª temporada seguida, a marca dos 20 golos numa edição de um campeonato, sendo que a última vez em que ficou abaixo desta marca foi na época 2008/09, a derradeira ao serviço do Manchester United, na qual marcou por 18 vezes na 'Premier League'.

O Spezia, que ocupa o 16.º lugar do 'Serie A', ainda dispôs de uma soberana ocasião para marcar o tento de 'honra', de grande penalidade, só que o búlgaro Andrey Galabinov permitiu a defesa de Szczesny, aos 90+6 minutos.

A Juventus, que ainda tem uma partida em atraso, com o Nápoles, mantém-se no terceiro lugar, com 49 pontos, estando provisoriamente a três do AC Milan (52), segundo e que joga na quarta-feira, e a sete do líder Inter de Milão (56), que visita o Parma na quinta-feira.

Dentro de uma semana, a 9 de março, a Juventus recebe o FC Porto, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, depois do desaire averbado no Dragão, por 2-1.

Torino perde na secretaria

O Lazio-Torino, que abria a ronda, não se disputou, uma vez que os visitantes têm oito casos de infeção com o novo coronavírus no plantel e foram impedidos, pelas autoridades de saúde italianas, de deixar Turim.

Uma vez que a Liga italiana decidiu não adiar o jogo, o Torino vai ser punido com uma derrota administrativa (3-0) por não ter comparecido em campo, mas a direção do emblema 'granata' já anunciou que vai recorrer da decisão para os tribunais.