Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Oito portugueses em campo em mais uma vitória do City, agora sobre o Wolves

O Manchester City venceu o Wolves por 4-1 e lidera isolado a Premier League

Lusa

PAUL ELLIS

Partilhar

O Manchester City venceu esta terça-feira o Wolverhampton por 4-1, em jogo da 29.ª jornada da I Liga inglesa de futebol que arrancou com oito portugueses em campo, resultado pesado para a réplica dada pela equipa de Nuno Espírito Santo.

O líder destacado da Premier League adiantou-se no marcado à passagem do quarto de hora através de um lance infeliz do central belga Leander Dendoncker, que fez autogolo, mas o Wolverhampton chegou ao empate na segunda parte, aos 61 minutos, pelo central Conor Coady.

A verdade é que o Manchester City, que tem sido uma 'máquina trituradora' para os adversários, sentiu grandes dificuldades para provocar brechas na defesa do Wolves, muito compacta, e até para travar alguns contra-ataques muito perigosos, através do internacional português Pedro Neto e de Adama Traoré, mas a finalização desastrada do internacional espanhol em duas situações claras de golo não permitiu que a reviravolta no marcador se consumasse.

Não se pode falhar frente a uma equipa como o Manchester City, que a 10 minutos do final do tempo regulamentar se recolocou na frente do marcador, com o brasileiro Gabriel Jesus, na sequência de um passe de rutura à linha e um cruzamento de Kyle Walker, posto em jogo por Nelson Semedo, a 'fuzilar' na pequena área após a bola ter sobrado para si.

Os 'citizens' acabariam por fazer mais golos, aos 90 e aos 90+3, pelo marroquino Riyad Mahrez e, de novo, por Gabriel Jesus, mas o resultado foi muito pesado e não traduz a boa réplica que o Wolves deu ao provável novo campeão inglês.

Oito portugueses a dominar o campo

De assinalar a presença de oito jogadores portugueses em campo quando o árbitro apitou para o início da partida, João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva, pelos 'citizens', e de Rui Patrício, Nelson Semedo, João Moutinho, Rúben Neves e Pedro Neto, pelo Wolves, além do jovem Fábio Silva, lançado em campo aos 55 minutos, a render o ala espanhol Jonny.

Rúben Neves foi substituído aos 90 minutos pelo jovem norte-americano Owen Otasowie, de 19 anos, que na sua primeira intervenção deu o terceiro golo ao Manchester City, ao perder a bola na sua grande área.

Com este triunfo, o Manchester City lidera isolado a Premier League com 65 pontos (27 jogos), seguido do Manchester United, com 50 (26), do Leicester, com 49 (26), do West Ham, com 45 (26) e do Chelsea, com 44 (26), enquanto o Wolverhampton é o 12.º classificado, com 34 (27).