Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

A explosão de Lloris (Tottenham): “Dizer para a câmara que és ambicioso é fácil. Havia confiança entre nós, agora não estou seguro disso”

O guarda-redes francês atirou-se aos companheiros de equipa após a eliminação do clube londrino nos oitavos de final da Liga Europa, diante do Dínamo de Zagreb. O Tottenham desperdiçou uma vantagem confortável (2-0) da primeira-mão e foi despachado com três golos de Orsíc

Tribuna Expresso

TF-Images

Partilhar

Desgraça e ambição

“Acho que estamos muito mais do que desiludidos. Isto foi uma desgraça. Espero que todos se sintam responsáveis dentro do balneário, porque esta situação é uma desgraça. É mais uma coisa a juntar a outras. Somos um clube cheio de ambição, mas acho que a equipa, neste momento, é um reflexo daquilo que se passa no Tottenham. Não cumprimos as coisas básicas, os fundamentos. Mentalmente devíamos ser mais fortes, mais competitivos, a forma como estamos a jogar simplesmente não é suficiente. Uma coisa é pôr-me em frente a uma câmara e dizer que sou ambicioso; outra coisa é mostrar isso todos os dias - nos treinos, nos jogos.”

A decisão

“Comportarmo-nos como uma equipa é a coisa mais difícil no futebol. Qualquer que seja a decisão do treinador, tens de jogar como equipa. Se és apenas um jogador de equipa quando estás no onze titular, isso causa um grande problema. E isto que se passou [em Zagreb] é consequência disso mesmo.”

A confiança

“Já tivemos grandes momentos no passado, porque podíamos confiar uns nos outros, confiar na ligação que havia na equipa. Agora já não estou certo de que isso exista. Nós temos jogadores experientes, jogadores individualmente muito bons no balneário. O que é mais doloroso é saber que viemos para aqui sem a vontade de matar o jogo. Quando competes, não podes pensar de outra forma. E quando percebemos, já era tarde de mais.”