Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Juventus soma segunda derrota da época

A Juventus segue assim no terceiro lugar, com 55 pontos, os mesmos que a Atalanta

lusa

Daniele Badolato - Juventus FC

Partilhar

A Juventus, com o português Cristiano Ronaldo no 'onze' titular, somou hoje a segunda derrota em casa para a liga italiana de futebol, ao perder por 1-0 com o Benevento, em jogo da 28.ª jornada.

O golo que garantiu o primeiro triunfo da equipa treinada pelo antigo internacional italiano Filippo (Pippo) Inzaghi em 11 jogos foi apontado pelo argentino Adolfo Gaich, aos 69 minutos, que aproveitou da melhor forma um erro infantil do médio brasileiro Arthur.

A Juventus, que esta época só tinha sido derrotada em casa na 14.ª jornada pela Fiorentina (3-0), segue assim no terceiro lugar, com 55 pontos, os mesmos que a Atalanta, que é quarta classificada, mas que tem mais um jogo disputado.

A formação orientada por Andrea Pirlo, afastada da Liga dos Campeões pelo FC Porto, soma com menos um ponto do que o AC Milan, que é segundo e que ainda hoje defronta a Fiorentina.

A equipa de Turim, vencedora das últimas nove edições da liga italiana, está já a 10 pontos do líder, o Inter de Milão, que viu o jogo de sábado, com o Sassuolo, ser adiado, por decisão das autoridades sanitárias, devido a vários casos positivos ao novo coronavírus no plantel.

O triunfo deixa o Benevento na 16.ª posição, com 29 pontos, a sete do Cagliari, que é a primeira equipa abaixo da linha de despromoção.

A Lazio venceu por 1-0 no terreno da Udinese, com um golo de Adam Marusic, aos 34 minutos, e manteve-se no sétimo lugar colocando pressão na Roma, orientada pelo português Paulo Fonseca, que ainda hoje defronta o Nápoles e é a primeira equipa em zona europeia.

Com Adrien Silva no banco, a Sampdoria em casa o Torino por 1-0, com um golo de Candreva (25) e manteve a 10.ª posição da prova, com 35 pontos.

O Verona, com o português Miguel Veloso a titular, somou a terceira derrota consecutiva, ao ceder por 2-0 no terreno da Atalanta, num jogo em que o ucraniano Malinovsky esteve em destaque, ao marcar o primeiro golo aos 33 minutos, de penálti, e assistindo Zapata, para o segundo, aos 42.