Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Sergio Aguero deixa Manchester City após 10 anos (e vai ter direito a uma estátua)

Internacional argentino terá direito a uma estátua no Estádio Etihad

Lusa

Lee Smith

Partilhar

O futebolista internacional argentino Sergio Aguero vai abandonar o Manchester City no final da temporada 2020/21, após 10 anos de ligação, e terá direito a uma estátua no Estádio Etihad, comunicou esta segunda-feira o clube inglês.

O ponta de lança, de 32 anos, alcançou um percurso notável desde que se transferiu dos espanhóis do Atlético de Madrid para os 'citizens', em 2011, mas, na presente época, apenas apontou três golos em 14 aparições, muito por culpa das lesões.

"A contribuição de Sergio para o Manchester City nos últimos 10 anos não pode ser exagerada. A sua lenda ficará gravada de forma indelével na memória de todos os que amam o clube e, talvez, até daqueles que simplesmente amam o futebol", começou por dizer Khaldoon Al Mubarak, presidente do clube no qual alinham os lusos Ruben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva.

Ainda assim, de acordo com as declarações do presidente do City, reproduzidas no sítio oficial na Internet, "ainda não é o momento para palavras e discursos de despedida", visto que "ainda há muito a fazer e, de preferência, com a contribuição de Aguero nos jogos que faltam".

Estátua no estádio

Khaldoon Al Mubarak surpreendeu ao anunciar que Aguero terá uma estátua no Estádio do clube, garantindo que o jogador terá uma "despedida adequada" quando a temporada chegar ao fim.

"Tenho o grande prazer de anunciar que vamos contratar um artista para criar uma estátua de Sergio para morar no Etihad Stadium ao lado das de Vincent [Kompany] e David [Silva], que estão em construção", terminou.

Pouco tempo depois do clube comunicar a saída, o internacional pela seleção 'alviceleste', em 97 ocasiões, confessou sentir-se na sua "plenitude" e destacou a década vivida em Manchester, algo que considera "incomum nos tempos que correm para um jogador profissional".

"Dez temporadas com conquistas muito importantes, nas quais me consegui tornar no artilheiro histórico [do clube] e forjei um vínculo indestrutível com todas as pessoas do clube que sempre carregarei no coração", escreveu 'Kun' Aguero, na rede social Twitter.

Continuar a dar tudo até ao fim da presente época para "conquistar títulos e proporcionar alegrias às pessoas" será a próximo o grande objetivo, antes de abraçar um novo desafio na carreira: "Depois virá uma nova etapa com outros desafios para os quais me sinto na plenitude e que enfrentarei com a mesma paixão e profissionalismo".

Aguero representou o Atlético de Madrid ao longo de cinco épocas (2006-2011), após chegar proveniente dos argentinos do Independiente, mas foi no City que conseguiu fixou durante mais tempo, contabilizando, até ao momento, 257 golos em 384 encontros.

Durante a década ao serviço do emblema de Manchester, o avançado argentino ficou na história do clube, quando apontou o golo que deu o primeiro título de campeão, em 2011/2012, já em período de descontos, frente ao Queens Park Rangers.

Pelo City, conquistou quarto Ligas inglesas, cinco Taças da Liga, uma Taça de Inglaterra e três Supertaças de Inglaterra.