Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

"Não gostamos e não queremos que aconteça". Plantel do Liverpool posiciona-se coletivamente contra a Superliga

Uma simples e clara mensagem foi publicada por vários jogadores do Liverpool, que tomaram uma posição em grupo contra a Superliga Europeia

Tribuna Expresso

John Powell

Partilhar

Os jogadores do Liverpool são os primeiros a tomar uma atitude coletiva sobre a Superliga e numa curta mas clara mensagem que está a ser publicada nas redes sociais dos jogadores dizem estar contra a nova competição da qual os reds são uns dos fundadores.

"Não gostamos e não queremos que aconteça. Esta é a nossa posição coletiva. O nosso compromisso com este clube de futebol e com os seus adeptos é absoluto e incondicional. You'll Never Walk Alone", pode ler-se na imagem, igual para todos os jogadores.

Quarenta e oito horas após o seu anúncio, a Superliga Europeia parece condenada mesmo antes de nascer. Durante a tarde, vários meios de comunicação ingleses davam conta que Jordan Henderson, capitão do Liverpool, queria reunir todos os capitães das equipas da Premier League para discutir o tema.

Já ao final da tarde surgiram notícias de que o Chelsea e o Manchester City estavam a preparar abandonar o grupo dos 12 fundadores, que ainda esta terça-feira deverão reunir para decidirem o futuro da competição.

Durante esta terça-feira, vários jogadores manifestaram de forma mais ou menos veemente o seu repúdio à prova, como Kevin de Bruyne (Man. City), Marcus Rashford (Man. United) ou Hector Bellerin (Arsenal). Agora, o Liverpool fá-lo de forma coletiva e inequívoca.