Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Um dos clubes ingleses pondera afastar-se da Superliga Europeia, diz o "Times"

Diário inglês não identifica o clube em causa mas diz que já decorrem reuniões internas para discutir a possibilidade de fazer marcha-atrás. Já o "Guardian" garante que Chelsea e Manchester City mostraram "dúvidas" quanto ao projeto

Tribuna Expresso

Visionhaus/Getty

Partilhar

Um dos seis clubes ingleses que fazem parte dos fundadores da Superliga Europeia estará a ponderar abandonar o projeto devido às reações negativas dos adeptos. A notícia está a ser avançada pelo diário britânico "Times".

Já o "Guardian" diz que Chelsea e a Manchester City têm "dúvidas" sobre a nova prova e que decorreram várias conversas à margem do congresso da UEFA, em Montreux, na Suíça, sobre a possibilidade destes dois emblemas darem um passo atrás. Os dois emblemas, diz o jornal, não terão sido dos maiores instigadores da rebelião e apenas aceitaram participar para não ficarem atrás dos rivais internos e europeus.

O "Times" não identifica que clube estará a ponderar sair, mas garante que esse emblema estará a ter reuniões internas de emergência para tentar perceber qual é a melhor opção no futuro, depois de reações virulentas da opinião pública contra o projeto. O diário diz que vários dirigentes do clube estão "profundamente preocupados" com a possibilidade da entrada na Superliga alienar os adeptos.

Na segunda-feira, adeptos do Liverpool e do Arsenal manifestaram-se nos respetivos estádios contra a formação de uma Superliga onde 15 clubes terão presença confirmada, sem subidas ou descidas.