Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Tiago Craveiro, CEO da Federação Portuguesa de Futebol

Roteiro de uma Supervitória (os bastidores de 48 frenéticas horas)

Ao tentarem vender um modelo fechado, estes 12 senhores feudais da Superliga fariam regressar o mundo ao tempo da escravatura

Tiago Craveiro, CEO da Federação Portuguesa de Futebol

Partilhar

A construção de um modelo de competição que favoreça o equilíbrio é a missão maior de qualquer federação desportiva. Tudo o resto vem depois. Porquê? Porque uma prova desequilibrada é igual a um daqueles filmes em que aos 10 minutos já sabemos como termina. Nesse caso, das duas uma: ou saímos da sala antes de comprar pipocas ao intervalo ou não voltamos a ver filmes daquele realizador.