Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Três jogos e três vitórias para o Palmeiras de Abel Ferreira na Libertadores

Brasileiros, detentores do título, bateram o Defensa y Justicia por 2-1 na terceira jornada do Grupo A

Lusa

MAURO PIMENTEL

Partilhar

O Palmeiras, de Abel Ferreira, manteve na terça-feira o pleno de triunfos na Taça Libertadores em futebol, ao vencer fora os argentinos do Defensa y Justicia por 2-1, na terceira jornada do Grupo A.

Num local onde já tinham triunfado por 2-1 para a Supertaça sul-americana – perderiam o troféu em casa, nos penáltis -, os detentores do troféu só desbloquearam o encontro na segunda parte com um ‘bis’ de Rony, assistido por Luiz Adriano.

O Palmeiras foi melhor na primeira metade, mas, na melhor oportunidade, já nos descontos, Rony, isolado, não foi capaz de bater Unsain.

No início da segunda parte, o avançado brasileiro ‘vingou-se’ e marcou dois golos no espaço de 10 minutos, aos 47 e 56, não falhando, desta vez, na ‘cara’ do guarda-redes argentino, em ambas após passes milimétricos de Luis Adriano.

Aos 68 minutos, Nicolás Tripichio ainda reduziu, com um desvio na pequena área, na sequência de um livre de Marcelo Benítez, mas, até final, o ‘verdão’, desta vez de branco, segurou a vantagem e até teve as melhores oportunidades para voltar a faturar.

Com este resultado, o Palmeiras passou a somar nove pontos, ‘aproximando-se’ dos oitavos de final, contra quatro dos argentinos.

A ronda só fica completa esta quarta-feira, com a receção do Independiente del Valle, de Renato Paiva, que tem um ponto, ao Universitario, ainda sem nenhum.

Nos outros embates de quarta-feira, destaque para o Flamengo, campeão em 2019, com Jorge Jesus, que venceu por 3-2 na casa do Liga de Quito, onde chegou a desperdiçar uma desvantagem de dois golos, antes de decidir de penálti, quase sobre o final.

O ex-benfiquista Gabriel Barbosa abriu e fechou o marcador, aos 30 e 84 minutos, e Bruno Henrique apontou o outro tento do ‘mengão’, aos 30, enquanto Cristian Martínez, aos 51, e Luis Amarilla, aos 61, faturaram para os equatorianos.

O Flamengo também tem o pleno de três triunfos, liderando o Grupo G, com nove pontos, contra quatro da Liga de Quito, três do Velez Sarsfield e um do Unión La Calera.

No Grupo C, os equatorianos do Barcelona também somam nove pontos, depois do 1-0 caseiro ao Boca Juniors, graças a um golo de Carlos Garcês, aos 62 minutos.