Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

“Messi lembra-me o Pelé. Em talento, é igual”: as palavras são de Tostão, ex-companheiro do rei brasileiro

"A única diferença entre Pelé e Messi é que o Pelé era fisicamente mais forte e mais agressivo. Mais atleta. Messi é igual a Pelé em talento", disse o campeão do mundo de 1970, em entrevista a rádio argentina

Tribuna Expresso

Pedro Vilela/Getty

Partilhar

Tostão jogou naquele Brasil de 1970, com Pelé, Rivellino, Jairzinho, Clodoaldo e Gerson Nunes, por isso as palavras têm outro peso.

Na quarta-feira, em entrevista à Rádio "Villa Trinidad", da cidade argentina de Santa Fé, Tostão disse que Lionel Messi está acima de Diego Maradona e comparou-o até com Pelé.

"Lembra-me o Pelé. A única diferença entre Pelé e Messi é que o Pelé era fisicamente mais forte e mais agressivo. Mais atleta. Messi é igual a Pelé em talento", disse o histórico avançado do Cruzeiro e da seleção brasileira, campeão do mundo no México-70, citado pelo "Globo Esporte".

Tostão celebra o golo contra o Peru, nos 'quartos' do México-70

Tostão celebra o golo contra o Peru, nos 'quartos' do México-70

Keystone

Quando questionado sobre Neymar, Tostão considera que o argentino é “mais completo” do que o génio brasileiro. Assim como é mais completo do que Diego Armando Maradona, a figura maior do futebol da Argentina.

“Tenho uma opinião há muitos anos: Messi, depois de Pelé, é o melhor jogador do mundo. Até acima do Maradona, porque é mais completo que o Maradona. Um grande goleador, um grande passador e também mais regular, pois vem jogando no melhor nível há mais de 15 anos. Messi está sempre em forma. Ele teve uma carreira mais longa do que Maradona. Por isso é o segundo melhor jogador da história”, explica Tostão.

A Copa América tem tido grandes exibições de Lionel Messi e de Neymar, que vão disputar a final mais desejada na noite de sábado para domingo, à 1h (Sport TV). A Argentina não vence a prova e qualquer troféu desde 1993.

O Brasil venceu a última edição do torneio.