Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Uma candidatura conjunta Arábia Saudita-Itália para o Mundial 2030? Está em cima da mesa

País do Médio Oriente pondera avançar com candidatura para receber o Mundial de 2030 e, de acordo com o portal "The Athletic" quer ao seu lado um parceiro europeu. E esse parceiro seria a Itália

Tribuna Expresso

AFP Contributor/Getty

Partilhar

Candidaturas conjuntas a uma grande competição não é algo desconhecido e não faltam exemplos nos últimos Europeus e até no Mundial 2002, na Coreia do Sul e Japão. Em 2026, o Mundial será jogado nos EUA, Canadá e México e para 2030 já há várias candidaturas de mãos dadas, nomeadamente uma ibérica Portugal-Espanha.

Normalmente estas candidaturas fazem-se entre países vizinhos, mas de acordo com o site "The Athletic" pode vir aí algo de verdadeiramente diferente. Diz o portal dedicado ao desporto que a Arábia Saudita está a pensar apresentar uma candidatura conjunta... com a Itália.

Sim, com a Itália.

O "The Athletic" conta ainda que o país, que nos últimos anos investiu fortemente no desporto e vai este ano receber uma corrida de F1 pela primeira vez, já contratou uma conhecida consultora norte-americana para seguir em frente com a candidatura e terá sido esta consultora a aconselhar um parceiro europeu. A Itália está neste momento a ponderar uma candidatura ao Euro 2028 ou ao Mundial 2030, assumiu esta semana a federação de futebol do país.

Neste momento há apenas três candidaturas confirmadas para aquele que será o Mundial do centenário. Uma na América do Sul, entre Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile, a candidatura de Marrocos, potencialmente com outro país vizinho e na Europa uma candidatura conjunta Roménia-Grécia-Bulgária-Sérvia e a candidatura ibérica, que parece ser aquela que neste momento reune a preferência da UEFA.

Reino Unido e Irlanda estariam a pensar também em candidatar-se, mas os recentes problemas na final de Wembley parecem ter tirado alguma força a uma proposta que era vista como favorita.