Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Allegri: “Cristiano Ronaldo comunicou-me que não pretende continuar a jogar na Juventus”

Treinador da equipa italiana disse, em conferência de imprensa, que o português deseja abandonar o clube. Ronaldo já não será convocado para a próxima partida dos transalpinos

Tribuna Expresso

Quality Sport Images/Getty

Partilhar

Cristiano Ronaldo tem sido, nos últimos dias, o nome sobre o qual mais se fala no mundo do futebol. À medida que o fecho do mercado (que na maior parte dos países será a 31 de agosto) se aproxima, têm-se intensificado as notícias sobre o português. Agora, Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, confirmou que o capitão da seleção nacional não tem intenções de continuar a jogar no clube de Turim.

“Ontem, Cristiano Ronaldo comunicou-me que não pretender continuar a jogar na Juventus”, disse, em conferência de imprensa, Allegri. O técnico acrescentou que o avançado já não será opção no próximo jogo da equipa, no sábado, dia 28 de agosto, frente ao Empoli: “Ele não será convocado para amanhã.”

Allegri, que foi o primeiro treinador de CR7 em Itália, na época 2018/19, garantiu não estar desiludido com o português: “Não estou, ele tomou uma decisão. Pela Juve passaram Sivori, Del Piero ou Zidane e permanece sempre a Juve, que é a coisa mais importante.”

Durante o seu percurso em Turim, Ronaldo marcou 101 golos em 134 jogos pela Juventus, vencendo a Serie A e a Supertaça de Itália em duas ocasiões e a Taça por uma vez. Recorde-se que o avançado participou ainda na primeira jornada da Serie A, saindo do banco para atuar no empate (2-2) da vecchia signora contra a Udinese.

Allegri quis ainda deixar uma mensagem de agradecimento ao madeirense: “Cristiano fez muito pelo clube, ele é um grande campeão. Devemos estar gratos a Ronaldo por aquilo que fez, até como um exemplo para os jovens. Mas, como já disse, temos de olhar para a frente. É a lei da vida.”

Sobre a possibilidade de contratar um substituto para o português, o treinador da Juventus não quis dar certezas. “Se encontrarmos um jogadores que nos agrade, tudo bem. De outra maneira, continuaremos assim”.