Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Samuel Eto'o é candidato a presidente da federação camaronesa de futebol. E promete oferecer o salário

O antigo avançado, que brilhou no Barcelona e no Inter Milão, entre outros, retirou-se dos relvados há dois anos e agora quer gerir o futebol do seu pais. Se ganhar diz que o seu salário será canalizado para projetos de futebol amador dos Camarões

Lusa

PIERRE-PHILIPPE MARCOU

Partilhar

O antigo jogador Samuel Eto’o anunciou esta quarta-feira a candidatura à presidência da Federação Camaronesa de Futebol, nas eleições que se vão realizar no final do ano.

“Estou honrado e feliz por anunciar a minha candidatura à presidência da Federação”, disse Eto’o, que alinhou em clubes como Maiorca, FC Barcelona, Inter de Milão ou Chelsea, entre outros, antes de colocar um ponto final na carreira em 2019.

Eto'o apoiou a candidatura do atual presidente, Seidou Mbombo Njoya, nas eleições anteriores, mas, segundo o antigo internacional camaronês, este projeto não correspondeu às "expectativas".

“Há três anos apoiei um projeto que parecia promissor para o futuro do nosso futebol. Fazendo um balanço das suas conquistas, não me arrependo, embora as expectativas não tenham sido cumpridas", disse.

O antigo avançado, que foi eleito futebolista africano do ano em 2003, 2004, 2005 e 2010, comprometeu-se ainda a ceder o salário mensal de presidente da Federação, caso seja eleito, para apoiar projetos de futebol amador no país.