Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

O conselho de Ronaldo que mudou Benzema: “Miúdo, só isto não vai ser suficiente no Real Madrid”

Jorge Valdano, numa entrevista ao "La Galerna", revelou uma frase dita pelo português ao francês, a qual provocou "uma mudança" em Karim. Segundo o argentino, Benzema viria depois a ser "obrigado a assumir um papel de maior protagonismo" com a saída de CR7

Tribuna Expresso

Matthew Ashton - AMA

Partilhar

Karim Benzema é, atualmente, a grande referência do Real Madrid. Nono jogador com mais partidas realizadas e quinto com mais golos marcados na história do clube, o francês tem feito a diferença nas últimas temporadas da equipa da capital espanhola, não só pelo que marca (esta época já são 10 golos em 10 jogos), mas também pelo que faz jogar, pela capacidade de melhorar os que estão ao seu redor.

Nem sempre foi assim.

Os primeiros tempos de Karim no Bernabéu não foram fáceis. Na primeira temporada do antigo atacante do Lyon em Madrid, este só foi titular em 14 das 38 jornadas da La Liga, sendo que a chegada de Mourinho, numa fase inicial, não melhorou muito a situação — Higuaín era o dono da posição de ponta-de-lança.

Até que, pouco a pouco, Benzema foi ganhando o seu espaço e importância até se tornar indiscutível para Mourinho, Ancelotti, Benítez, Zidane, Lopetegui ou Solari. E, segundo Jorge Valdano, Cristiano Ronaldo teve um papel importante nessa transformação.

Christian Liewig - Corbis

Em entrevista ao "La Galerna", o argentino, antigo jogador e treinador do Real e diretor-geral dos merengues durante os primeiros tempos de Benzema no clube, revelou um conselho de Ronaldo ao francês, dito quando este ainda não se tinha afirmado em Madrid: "Miúdo, só isto não vai ser suficiente no Real Madrid".

Valdano frisa que o português "admira muito" Karim, mas que Benzema teve uma "mudança no seu profissionalismo", tendo "aprendido com o conselho" que lhe foi dado por CR7. O argentino, hoje um reputado comentador da televisão espanhola e cronista do "El País", opina que "a saída de Cristiano também foi importante" para Benzema, pois "obrigou-o a assumir um papel de maior protagonismo".

Susana Vera

Desde a saída do capitão da seleção nacional do Santiago Bernabéu, Karim Benzema marcou 30 golos em 2018/19, 27 em 2019/20 e 30 em 2020/21. Ao longo dos últimos dias, e após o papel decisivo do jogador na conquista da Liga das Nações pela França, a imprensa espanhol tem lançado a candidatura do número 9 do Real à Bola de Ouro.

Recentemente, o próprio Benzema, em entrevista ao "L'Équipe", havia afirmado ter "aprendido" com Ronaldo, um jogador pelo qual tem "muito respeito" e com quem se "entendeu muito bem", confessando que os dois "continuam a falar muito".