Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

Mais jogos à porta fechada para a Hungria devido a “comportamento discriminatório” dos seus adeptos

FIFA puniu a Hungria com dois jogos à porta fechada, um deles com pena suspensa, devido aos incidentes ocorridos nas mais recentes partidas de apuramento para o Mundial 2022. A Hungria tem ainda dois jogos de suspensão a cumprir em jogos sob égide da UEFA

Lusa e Tribuna Expresso

Nick Potts - PA Images

Partilhar

A Hungria foi punida com dois jogos à porta fechada e está proibida de ter adeptos no próximo encontro fora, devido aos incidentes ocorridos nas mais recentes partidas de apuramento para o Mundial 2022 de futebol, anunciou esta segunda-feira a FIFA.

Além destas proibições, a federação húngara foi ainda multada em 281 mil francos suíços (cerca de 266 mil euros), por causa do comportamento dos seus adeptos em setembro e outubro, nos dois jogos com a Inglaterra, em Budapeste e em Londres, e com a Albânia, na capital magiar.

Para a FIFA, os adeptos húngaros tiveram um “comportamento discriminatório” e puseram em causa a segurança nos estádios nos respetivos encontros, com o “lançamento de fogos de artifício, de objetos para o relvado e o bloqueio das escadas" dos recintos.

O organismo que rege o futebol mundial puniu a Hungria com dois jogos sem a presença de público, embora o segundo de forma suspensa e com uma duração de dois anos.

Isto significa que, em novembro, nas duas últimas jornadas do Grupo I, a Hungria deverá receber São Marino sem público nas bancadas e não poderá ter adeptos na deslocação à Polónia, liderada pelo técnico português Paulo Sousa.

Trata-se de um comportamento recorrente por parte dos adeptos húngaros. Após o Euro 2020, a Hungria foi sancionada com dois jogos à porta fechada, mais um de pena suspensa, pelos insultos homofóbicos e racistas ouvidos nos jogos da fase de grupos com Portugal, França e Alemanha. A sanção só será cumprida em jogos realizados sob égide da UEFA.

Também por causa do comportamento dos seus adeptos, neste caso na receção à Polónia, a Albânia foi castigada pela FIFA com um jogo à porta fechada e multa de 150 mil francos suíços (cerca de 142 mil euros).

Por essa razão, a seleção albanesa não vai poder ter público nas bancadas frente a Andorra, na despedida do apuramento para o próximo Campeonato do Mundo.