Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Futebol internacional

O jovem Miguel viu o Atlético Madrid - Betis no estádio, numa cama de hospital: a história de uma foto

A foto de um jovem numa cama de hospital em pleno estádio Wanda Metropolitano tem por trás a história de Miguel, um rapaz de 16 anos, a lutar contra uma doença terminal, que cumpriu o sonho de ver as duas equipas que mais gosta ao vivo

Tribuna Expresso

@JaviGomezCh

Partilhar

Ao fundo vêem-se as bancadas, agora finalmente cheias de adeptos. Mais perto, na foto, está um camarote do Wanda Metropolitano e uma cama de hospital, num lugar onde elas não costumam estar. Um jovem deitado vê o jogo, um Atlético Madrid - Betis que lhe diz muito, porque são as duas equipas que puxam pelo seu coração.

A foto rapidamente correu as redes sociais, porque atrás dela há uma história e é a emocionante história de um último desejo, conta o jornal “As”. Miguel, de 16 anos, queria muito ver um jogo de futebol no Wanda Metropolitano antes da inevitável partida e essa vontade foi cumprida.

O jovem de Murcia sofre de uma doença crónica em estado terminal e encontra-se em cuidados paliativos. No domingo, entrou numa ambulância com uma equipa médica e fez as quatro horas de caminho até Madrid. No estádio estiveram também os pais e os tios, tal como os médicos, enfermeiros e técnicos que o acompanharam.

Tudo foi possível através da Fundação Ambulancia del Deseo, que concretiza desejos de quem poderá não ter muito mais tempo para os cumprir. A associação de profissionais de saúde contou com a ajuda de Gabi, antigo capitão do Atlético Madrid, que contactou o atual dono da braçadeira, Koke, que abriu as portas ao Wanda Metropolitano.

Depois de ver a vitória por 3-0 do Atlético Madrid, Miguel tinha ainda à sua espera mais uma surpresa. Conheceu Diego Simeone e vários jogadores da equipa, entre eles João Félix. Das mãos de Koke recebeu uma camisola assinada por toda a equipa. E como a solidariedade não tem clube, Joaquin, veterano e icónico jogador do Betis, também se juntou aos companheiros de profissão para estar com Miguel.