Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Rui Vitória: "Vitória à Benfica, de acreditar até ao limite. Ganhámos como tinha de ser ganho"

O treinador do Benfica defendeu que a vitória, por 1-0, frente ao FC Porto, foi "inteiramente justa" e serviu como uma reposição "da verdade do que tem sido a época" da equipa

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

O jogo e a expulsão de Lema

"Vitória difícil, mas inteiramente justa. Sabíamos que o jogo ia ter este grau de dificuldade. Uma equipa do FC Porto que se bate bem, entra nos duelos diretos, procura profundidade nas costas. A equipa teve de adaptar-se a esse registo e esperar o momento para ganhar.

Na primeira parte, um lance em que o Casillas fez uma boa defesa e depois tivemos o jogo a nosso favor, até à expulsão do Lema. Uma palavra para o Lema, se calhar não deveria ter sido expulso, mas teve um desempenho que me agradou."

Os 15 minutos finais

"A partir daí, tivemos de reunir a tropas, ganhámos como tinha de ser ganho. Vitória difícil, mas justa. É, no fundo, o terminar de uma semana. O 14.º jogo que estamos a fazer em mês e meio, com seis jogos europeus, deslocações difíceis. Estamos na frente como queríamos. Parabéns aos meus jogadores. Jogar a este nível, permanentemente, não é fácil."

A confiança que a vitória dá

"Fica confiança naquilo que se está a fazer, a consistência do trabalho, não vacilar perante qualquer dissabor. Dose de confiança porque ganhámos a um adversário forte, acima de tudo vamos para uma paragem na primeira posição, na Liga dos Campeões. Satisfação e o repor da verdade do que tem sido a nossa época.

Vitória à Benfica, de acreditar até ao limite. Sabemos que, para reconquistar, há muitos passos, mas tem de ser jogo a jogo, de uma forma unida, todos a participar nas vitórias. Toda a gente colaborou."