Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Nuno Manta: "O Feirense perdeu a organização e o foco com o primeiro golo. Ainda faltavam quarenta minutos, era muito tempo"

O treinador do Feirense lamentou a quebra da equipa após o primeiro dos quatro golos que sofreu na derrota com o Benfica, no Estádio da Luz

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

A quebra depois do intervalo

"Fiquei surpreendido com a prestação do Feirense na segunda parte. Na primeira parte equilibrámos o jogo. O Benfica entrou forte, mas fomos controlando. Tivemos boas saídas para o ataque, livres no meio-campo ofensivo, e situações para sair em ataque rápido. Na segunda parte o Feirense…não era isto que estava à espera.

Há mérito do Benfica, mas também muito demérito nosso, na forma como entrámos na segunda parte. O Benfica aproveitou os espaços que concedemos na linha intermédia. Nunca conseguimos criar em profundidade e o Benfica montou uma teia da qual foi difícil sair. Há um Feirense na primeira parte e outro na segunda parte."

Onde começou, ao certo, essa queda?

"O Benfica faz logo o golo aos três minutos, num erro posicional de cobertura defensiva. O Benfica cresceu a partir daí e o Feirense perdeu a organização e o foco. Ainda faltavam quarenta minutos, era muito tempo.

Esperamos já pelo próximo jogo. Se fosse amanhã era ótimo. Só a jogar novamente é que podemos retificar."