Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

FC Porto abre jornada de risco para o Benfica

Em caso de vitória frente ao Portimonense, esta sexta-feira, o FC Porto pode ficar, provisoriamente, cinco pontos à frente do Sporting, seis do Sporting de Braga e sete do Benfica

Tribuna Expresso e Lusa

FRANCISCO LEONG

Partilhar

O campeão em título FC Porto pode reforçar hoje a liderança da I Liga portuguesa de futebol, ao receber no Estádio do Dragão o Portimonense, no encontro de abertura da 12.ª jornada.

Vencedores dos últimos 10 jogos, entre Liga dos Campeões, campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga, os ‘azuis e brancos’ podem ficar, provisoriamente, cinco pontos à frente do Sporting, seis do Sporting de Braga e sete do Benfica.

Na I Liga, os portistas venceram os últimos quatro jogos, série iniciada depois do desaire por 1-0 com os ‘encarnados’, na Luz, sendo que os dois últimos foram bem sofridos (1-0), na receção aos ‘arsenalistas’ e no reduto do Boavista.

Em casa, os ‘dragões’ já sofreram uma derrota, perante o Vitória de Guimarães (2-3), num embate, da terceira ronda, em que chegaram ao intervalo a vencer por 2-0.

Por seu lado, o Portimonense surge no Dragão depois de um triunfo por 3-2 na receção ao Tondela, que, no Algarve, marcou logo aos 15 segundos.

Com este triunfo, o quarto na prova, o conjunto do ex-técnico portista António Folha segue no 11.º lugar, cinco pontos acima da ‘linha de água’, sendo que, em reduto alheio, ganhou uma vez (1-0 ao Nacional) e perdeu nas restantes quatro.

Visita de risco do Benfica

O Benfica é o único dos ‘grandes’ a encontrar um adversário da parte superior da classificação na 12.ª jornada, com uma visita de risco ao Vitória de Setúbal.

A formação ‘encarnada’ chega no sábado ao Bonfim, estádio do atual sétimo colocado, depois de bater o Paços de Ferreira (2-0), da II Liga, em jogo da Taça da Liga, num momento em que o seu futebol e o treinador Rui Vitória continuam sob escrutínio.

Há pouco menos de duas semanas, após a goleada sofrida frente ao Bayern em Munique (5-1) e já depois de duas derrotas surpreendentes na I Liga, com Belenenses e Moreirense, a saída de Rui Vitória chegou a ser equacionada pela direção do clube, mas acabou por não se concretizar.

No Bonfim, terreno em que venceram na última época por sofridos 2-1, os ‘encarnados’ encontram um adversário que ocupa o sétimo lugar no campeonato e que, em casa, vem de duas vitórias seguidas, depois de ter sido derrotado pelo FC Porto.

A margem de manobra das ‘águias’ é diminuta, pois estão a quatro pontos do campeão FC Porto, têm um mês de dezembro de elevada dificuldade e uma segunda volta em que terão de jogar fora com Sporting, FC Porto e Sporting de Braga, que ainda recebem.

Também sábado, ainda antes de Vitória de Setúbal-Benfica, o Belenenses (9.º), que regressou aos triunfos na ronda anterior, recebe o lanterna-vermelha Desportivo de Chaves. Os flavienses somam apenas duas vitórias, e mais um empate, em 11 jogos, e estão numa série de cinco derrotas consecutivas, desde o início de outubro.

Um pouco mais tarde, o Sporting de Braga (terceiro) visita o Tondela (15.º), que no Estádio João Cardoso só conseguiu, em seis jogos na I Liga, vencer o Moreirense, somando mais três derrotas e dois empates.

Estreia de Keizer em Alvalade

O Sporting, com ‘nota artística’ na recente visita a Vila do Conde (3-1), no primeiro jogo no campeonato do treinador holandês Marcel Keizer, entra em campo no domingo, numa partida é que também é absoluto favorito, em Alvalade, perante o Desportivo das Aves (13.º), num reencontro com o clube que lhe ‘roubou’ a final da Taça de Portugal no último jogo de 2017/18.

Os ‘leões’, que ocupam o segundo lugar da prova, assumem-se como os principais perseguidores do FC Porto, do qual estão a dois pontos de distância, detendo ainda um ponto de vantagem sobre o Sporting de Braga e dois relativamente ao Benfica.

Igualmente no domingo, o Nacional (12.º) recebe o Boavista (16.º), instalado no primeiro lugar de descida, quando estão separados apenas por três pontos, enquanto o Moreirense (oitavo) recebe o Santa Clara (10.º), num confronto entre equipas separadas por dois pontos.

No Estádio D. Afonso Henriques, no mesmo dia, o Vitória de Guimarães (quinto) é anfitrião Rio Ave (sexto), num duelo entre duas equipas em igualdade pontual e que após a última jornada trocaram de posição, face à derrota dos vila-condenses.

A ronda encerra na segunda-feira, dia em que o Feirense (17.º) defronta em casa o Marítimo (14.º), dois emblemas na cauda da tabela. Os insulares, que eram quintos há um ano, perderam os últimos seis jogos na prova, o derradeiro já sob o comando de Petit, que sucedeu a Cláudio Braga.

Programa da 12.ª jornada

- Sexta-feira, 7 dez:

FC Porto – Portimonense, 20:30.

- Sábado, 8 dez:

Belenenses – Desportivo de Chaves, 15:30.

Tondela – Sporting de Braga, 18:00.

Vitória de Setúbal – Benfica, 20:30.

- Domingo, 9 dez:

Nacional – Boavista, 15:00.

Moreirense – Santa Clara, 15:00.

Vitória de Guimarães – Rio Ave, 17:30.

Sporting – Desportivo das Aves, 20:00.

- Segunda-feira, 10 dez:

Feirense – Marítimo, 20:15.